Ir para o conteúdo

Município de São Pedro - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Previsão para Segunda-feira
34° 20°
Município de São Pedro - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
04
04 OUT 2023
EDUCAÇÃO
MEIO AMBIENTE
882 visualizações
Novo programa de educação ambiental vai certificar e premiar escolas mais conscientes e sustentáveis de São Pedro
Foto Noticia Principal Grande
Caderno de Educação Ambiental e a Certificação de Escola Cata-Vento
enviar para um amigo
receba notícias
Batizado de “Escola Cata-Vento”, o programa foi fundamentado em uma pesquisa realizada por aluna da Esalq e se tornou política pública por meio de parceria entre a Coordenadoria de Meio Ambiente e a Secretaria de Educação
Professores e representantes das 22 escolas municipais de São Pedro estiveram reunidos na última segunda-feira, 2, na Secretaria de Educação, para participar do lançamento oficial do programa “Escola Cata-Vento” e da apresentação do Caderno de Educação Ambiental.

O programa tem como principal objetivo a formação e ampliação da consciência socioambiental nas crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, tendo como eixo motriz o contínuo desenvolvimento pedagógico e base na justiça social. Dentro deles, seis temas norteadores: agricultura, energia, biodiversidade, água, resíduos e cultura. Cada um desses temas é representado, lúdica e simbolicamente, por uma ‘pá’ de catavento, analogia escolhida por representar movimento, sinergia e articulação entre ações permanentes.

No entanto, um dos principais diferenciais do programa está na maneira de incentivar os profissionais de educação a planejarem e executarem essas metodologias junto aos seus alunos e na comunidade escolar.

“A ideia é promover, certificar e premiar as escolas à medida que forem implantando ações relacionadas a cada uma das seis pás - ou temas norteadores – até que, enfim, consigam conquistar a certificação e o status de ‘Escola Cata-Vento’”, explica o coordenador de Meio Ambiente, Rogério Bosqueiro Junior, que fez questão de destacar a parceria com a Secretaria de Educação para a viabilidade do projeto e da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo) que, segundo ele, teve papel fundamental na delimitação das teorias para a criação do selo de escola sustentável por meio da orientação da professora Dra. Vania Galindo para o Trabalho de Conclusão de Curso da então aluna de Engenharia Agronômica e Licenciatura em Ciências Agrárias, Mariana Pavanel Siciliano.

Para a professora, as pás do cata-vento desenham um futuro melhor para todos frente aos problemas ambientais eminentes. “É um prazer ver florescer ideias que são gestadas com muita inspiração para transformação das realidades, não só as realidades ambientais, mas de todos que de uma forma ou de outra estão sendo e serão impactados pelo programa”.

Para alcançar êxito na missão, a Coordenadoria de Meio Ambiente desenvolveu e disponibilizou aos representantes dos 22 estabelecimentos de ensino da rede municipal o “Caderno de Educação Ambiental”. A publicação será o “guia” para a implantação das ações. E funcionará, ainda, segundo a Coordenadoria, como uma espécie de “cardápio de experiências”, proporcionando aos professores a possibilidade de integrar sua grade curricular pedagógica a algumas das dinâmicas ambientais disponíveis nas 46 páginas da cartilha.

O representante da unidade de ensino escolherá um dos seis temas concernentes às pás do cata-vento, bem como uma das dinâmicas relacionadas ao tema. A partir daí, agendará uma data com a equipe técnica da Coordenadoria do Meio Ambiente, especialmente capacitada para, de forma conjunta e colaborativa, explorar, discutir e transformar as ideias em ação.
O prefeito de São Pedro, Thiago Silva, também marcou presença no evento de lançamento do programa de educação ambiental e mostrou-se animado com a reação e a boa receptividade dos professores.

“Com professores engajados, vamos rodar esses temas pelas escolas, captando a melhor das energias dos nossos alunos, convertendo-as em transformação da realidade. A ideia é que eles funcionem como agentes multiplicadores dessas ações, não somente dentro das escolas, mas também em suas casas e na sociedade, como um todo”, disse o chefe do Executivo municipal.

Estiveram presentes no lançamento, também, a secretária de Educação, Samanta Alves Almozara Bontorim, além dos vereadores Adriano Vitor, Cleuza Barros e Luiz Melado.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia