VIOLA: Prefeitura contrata novo regente para orquestra

imagemG_3516_2627 Um projeto novo, diferenciado e dirigido por um mestre da área musical, irá marcar o retorno das atividades da Orquestra São Pedro de Viola Caipira. Professor de viola na Faculdade Cantareira, da EMESP Tom Jobim e mestre em viola caipira pela Unicamp, o violeiro e compositor João Paulo Amaral é o mais recente contratato da Prefeitura Municipal de São Pedro para reger o grupo. Por meio da Coordenadoria de Cultura, o músico também será o responsável pelo Curso de Iniciação à Viola Caipira, aberto para jovens acima de 12 anos. “Vamos oferecer um trabalho muito bem elaborado e profissional. Mais do que ter um regente mestre em viola caipira para coordenar a orquestra, teremos um renomado professor para ensinar quem deseja aprender a tocar viola e conhecer a música caipira de raiz”, declarou a coordenadora de Cultura, Sandra Golinelli. Para início das atividades, os integrantes do grupo precisam comparecer no Museu Gustavo Teixeira até o próximo dia 8 para atualizar seus cadastros. A primeira aula deste ano será no dia 10 de abril, das 19h30 às 21h30, no próprio museu. Sobre a nova proposta, a ideia central é de proporcionar a continuidade da integração do grupo e da tradição da cultura e música de raiz, além de estimular seu interesse pelo aprendizado musical, independentemente do nível técnico dos participantes. “O resultado musical do grupo será obtido pela junção do esforço e contribuição que cada um pode dar ao grupo, sob a ótica de que numa orquestra todos são importantes na medida em que percebam que devem somar a favor do coletivo”, justificou João Paulo Amaral. Ao longo do trabalho, alunos do curso de iniciação que demonstrarem interesse e estiverem aptos para tocar na orquestra poderão participar dos ensaios do grupo. “Além de incentivar o aluno, temos que incrementar e estimular continuidade do grupo”, ressaltou. CURSO. Para o Curso de Iniciação à Viola Caipira, que acontecerá todas as quartas-feiras, a partir do dia 10, das 18 às 19h30, serão disponibilizadas 20 vagas. Os interessados em aprender os fundamentos da viola e música caipira de raiz precisam pelo menos 12 anos de idade. As inscrições devem ser feitas no museu, até o próximo dia 8. Além de noções e princípios da viola como instrumento de acompanhamento ao canto, o alunos terão conhecimento dos primeiros solos e ponteios. “Não é necessário possuir qualquer formação teórica ou leitura musical de partitura; basta trazer seu próprio instrumento. Alunos já iniciados e interessados em aprofundar os fundamentos básicos como os principais ritmos caipiras, acordes básicos e escalas duetadas, também estão convidados”. CURRICULO. Pesquisador de viola caipira há mais de dez anos e com experiência nacional e em palcos de Portugal, Espanha, México e Inglaterra, João Paulo Amaral ganha destaque na nova geração de violeiros. É graduado e pós-graduado pela Unicamp, onde defendeu o primeiro mestrado em música sobre viola caipira do país, com pesquisa sobre a obra instrumental de Tião Carreiro. É professor de viola da Faculdade Cantareira, da EMESP Tom Jobim (antiga ULM) e ministrou diversas oficinas e palestras pelo país. Em 2011, foi convidado para criar os livros didáticos de viola do Projeto Guri, importante projeto de ensino musical gratuito que conta com mais de 300 pólos de ensino em todo estado de São Paulo. É autor do método “Viola Caipira - arranjos instrumentais de musicas tradicionais”, que venceu o Prêmio Ney Mesquita. Integrante de grupos como Conversa Ribeira, Orquestra Filarmônica de Violas e Trio Carapiá, atualmente lançou o CD Viola Brasileira (Cooperativa/Tratore), disco pré-selecionado no 22º Prêmio da Música Brasileira e elogiado por nomes como Paulo Bellinati. Mais informações www.joaopauloamaral.com.br

Publicado em: 30/03/2013 16:37

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.