Thiago Silva assina convênio que trará investimento de mais de R$ 7 milhões

 

Troca de redes antigas irão evitar perda de água; licitação já está em andamento

Dos R$ 32 milhões liberados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, por meio do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), nesta terça-feira, 21, em São Paulo, R$ 6.320.352,04, o equivalente a 20% do valor total, são destinados para São Pedro. O vice-prefeito e presidente do Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Thiago Silva, esteve na sede estadual assinando o convênio, que com a contrapartida municipal de R$ 852 mil, ultrapassa os R$ 7 milhões em investimentos.

Com a presença do secretário estadual Marcos Penido, 53 contratos foram assinados. "Temos um compromisso de levar investimento aos municípios e desenvolvimento ao Estado. É importante dizer que estas cidades recebem estes recursos porque apresentaram bons projetos. A qualidade e a rapidez são primordiais para a liberação de verbas", disse o secretário.

Já em processo de licitação, a obra irá contemplar a substituição de 14.273 metros  de redes antigas de ferro fundido e cimento amianto por tubos de PEAD,  polietileno de alta densidade e resistência que tem estimativa de durabilidade superior a 50 anos.

"As trocas representam grande passo no combate às perdas físicas de água, o que foi previsto no Plano de Combate às Perdas, evitando, inclusive, uma manutenção maior, já que a maioria dos tubos são bem antigos", destacou Thiago Silva. 

Nesta etapa serão trocadas redes nos bairros São Dimas, Recanto, Jardim São Pedro, Centro, Santa Cruz, São Judas, São Benedito, Bela Vista e Vila Rica. Esta ação vai complementar outras já realizadas este ano, com investimentos de R$ 2,2 milhões, também do Fehidro.

Um diferencial desta obra são as instalações que serão feitas pelo chamado método não destrutivo, que garante menos transtornos aos munícipes, já que não haverá aberturas de grandes valas nas vias para as instalações.

Outra mudança é a setorização de diversos locais, que tem como consequência a melhora da pressão de água, além de facilitar o serviço de manutenção do Saaesp, já que com a instalação, não será preciso desligar a água de vários setores para realizar a manutenção.

"Estas ações colocam São Pedro em evidência na preservação de recursos hídricos na região do PCJ, que indicou nosso projeto ao Estado. Um reconhecimento importante para nosso município", finalizou Thiago Silva.

            

Publicado em: 23/01/2020 16:06

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.