Secretaria de Saúde inicia implantação de sistema 100% informatizado e integrado

Investimento em softwares para dar praticidade e agilidade aos serviços é de R$ 309 mil

Praticidade e acesso digital rápido a registros médicos, de atendimentos, exames, prontuários, receitas e consultas. Esse é o objetivo da Secretaria de Saúde de São Pedro, que nesta semana deu início ao processo de informatização do sistema de saúde do município. Com investimento de R$ 309 mil na implantação dos softwares, a ação faz parte do programa Avança Saúde, lançado recentemente pela Prefeitura.

"Nossa intenção não é simplesmente acabar com essas pilhas de papéis, mas oferecer serviços mais precisos, dar mais agilidade ao sistema e até mesmo visualizar as verdadeiras necessidades para buscar mais especialistas, trazer novos exames e descobrir de forma mais rápida quais são as principais demandas", explicou a secretária de Saúde, Carolina Figueiredo. 

Cirurgias em diversas especialidades, como as ortopédicas, ginecológicas, urológicas, oftalmológicas, otorrinolaringológicas e vasculares já fazem parte do programa Avança Saúde, mas, conforme Carolina, exames como cateterismo, endoscopia, colonoscopia, Holter 24 horas, ecocardiografia transtorácica e diversos tipos de ultrassonografia serão incluídos em breve, a partir da informatização do sistema. 

A secretária explica que o uso da informática e da tecnologia na área da saúde será fundamental para o levantamento das demandas. "Hoje, por exemplo, muitos exames são feitos nos Ames (Ambulatórios Médico de Especialidades) de outras cidades. Com os dados atualizados, podemos trazer os serviços para o próprio município", disse, ao ressaltar que somente na área de ortopedia devem ser investidos cerca de R$ 1 milhão até o meio deste ano para zerar a fila formada por 67 pacientes que aguardam por cirurgia.

O impacto positivo da tecnologia também será grande na rotina clínica e parte gerencial de todas as unidades de saúde, como na Vigilância Epidemiológica, Umis (Unidade Mista e Integrada da Saúde), CER (Centro de Reabilitação e Upa (Unidade de Pronto Atendimento) e Caps (Centro de Atenção Psicossocial).  

"O novo sistema será usado por todos os profissionais para fazer registros eletrônicos relacionados aos pacientes, como prontuários, notificações, possíveis áreas de bloqueio. Além disso, os agentes de saúde vão receber um tablet para consultar todas essas informações durante as visitas que realizam nas casas dos pacientes”, contou Carolina.

CENTRALIZAÇÃO TEMPORÁRIA - Para essa fase de implantação do sistema, a secretária falou da necessidade temporária de centralizar as informações. "A centralização dos agendamentos, neste momento, é para que possamos fazer o levantamento de números de exames, procedimentos e cirurgias parados. Com dados mais reais de filas de espera, volumes de atendimentos, de exames solicitados e de especialistas com maior demanda, teremos como alimentar o banco de dados do sistema e assim descentralizar os serviços o mais breve possível", explicou.

Publicado em: 08/03/2022 17:58

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.