Secretaria de Educação promove evento para conscientizar sobre autismo

convite - autismo

Para fazer conscientização sobre o autismo, uma desordem neurológica que compromete o desenvolvimento, a Prefeitura de São Pedro, por meio do Atendimento Educacional Especializado, departamento da Secretaria Municipal de Educação, faz na sexta-feira, dia 1º de abril, um evento que vai mobilizar alunos, professores e funcionários para celebrar o Dia Internacional da Conscientização do Autismo. A proposta é abranger grande número de pessoas e para isso os organizadores da atividade pedem que todos usem uma peça de roupa azul. Um convite também foi encaminhado à Acisp (Associação Comercial e Industrial  de São Pedro) para que os comerciantes usem a cor azul nas vitrines dos estabelecimentos neste dia.

A mobilização vai acontecer em dois períodos: das 8h às 10h e das 15h às 17h. Aproximadamente 300 alunos das escolas municipais Abdala Rahal Farhat Neto, Ricarda de Paiva Lima Berzin, Benedito Modesto de Paula, Guido Dante, Joaquim Norberto de Toledo e Maria de Fátima do Amaral saem das escolas e se encontram no espaço da Feira do Produtor para em seguida percorrer trechos das ruas Veríssimo Prado e Malaquias Guerra entregando filipetas sobre o autismo. O encerramento será na praça da matriz.

O material que será distribuído destaca que o autismo é uma desordem neurológica que compromete o desenvolvimento. Ressalta também que as pessoas não devem sentir pena e para ajudar é preciso aceitar o autista como ele é. O material informa que o autista tem dificuldades em entender regras, em ficar em ambientes barulhentos e algumas vezes, em se comunicar. O tema também foi abordado em sala de aula pelos professores.

INCLUSÃO - Há hoje matriculados na rede municipal de ensino 11 alunos com autismo. Eles integram o programa de inclusão da Secretaria de Educação que atende 62 alunos com laudos médicos.

“Nosso foco principal é estimular a independência e autonomia de todos”, diz Fátima Martins Giacomeli, supervisora de ensino responsável pelos projetos de inclusão. A situação de cada aluno com algum tipo de deficiência é trabalhada de maneira individual na rede. Em alguns casos, há cuidadores que desenvolvem atividades específicas para estes estudantes, sempre em conjunto com o professor e as psicopedagogas, psicólogas e fonoaudiólogas que formam o Atendimento Educacional especializado e acompanham o desenvolvimento dos alunos.

AÇÃO PREVENTIVA – Implantado este ano na rede municipal de ensino, o projeto “Estimulação em Rede” tem o objetivo de estimular alunos de zero a cinco anos de forma significativa para favorecer o vínculo e descobrir as capacidades e interesses das crianças, ajudando na construção da inteligência, elevando a autoestima e principalmente auxiliando na detecção, prevenção e tratamento de possíveis atrasos no desenvolvimento infantil.

“É um trabalho de prevenção e em caso de identificação de algum possível diagnóstico, o atendimento acontece desde o início”, destaca Fátima. Ela acrescenta que este é um projeto inovador na educação infantil. “Temos toda a estrutura para desenvolver as atividades realizadas sempre com ação conjunta dos profissionais”. Para falar sobre este projeto e estimular a participação de todos, os profissionais da educação estão indo às unidades  em encontros com os pais dos alunos.

Quando os alunos são encaminhados para acompanhamento de psicóloga, psicopedagoga ou fonoaudióloga, os atendimentos acontecem no contraturno das aulas e sem nenhum custo para os alunos.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.