Saúde alerta sobre acidentes com escorpião

imagemG_3894_2902 A Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social de São Pedro faz uma alerta à população sobre os riscos de acidentes com escorpião. Com a chegada dos meses mais quentes do ano e períodos de maior umidade, a Equipe de Vetores pede a colaboração da comunidade quanto à prevenção e controle do aparecimento do aracnídeo. Somente nos últimos três meses, as unidades de saúde da cidade registraram 15 casos de picada. Desses, dois acidentes foram com crianças. “A população também precisa fazer sua parte. Registramos seis casos em setembro, seis em outubro e mais três casos até a primeira quinzena de novembro”, informou o veterinário Matheus de Melo Murbach, responsável pela Equipe de Controle de Vetores, da Vigilância Epidemiológica (VE). Com apoio da mídia e distribuição e material educativo, os profissionais procuram monitorar e educar a população quanto aos riscos oferecidos com o aparecimento de escorpiões. “Esses bichos têm hábitos noturnos e atacam somente quando se sente ameaçados. Alimentam-se de insetos, principalmente de baratas, e se multiplicam nos locais onde há alimento”, explicou o veterinário. Além de serem encontrados em terrenos baldios, com mato e lixo doméstico, pilhas de tijolos, pedras, telhas e monte de lenha, nas residências, normalmente ficam em lugares escuros, úmidos, buracos, frestas de parede, muros, rodapés, assoalhos e forros de madeira. Murbach alerta que a picada do escorpião provoca dor imediata e intensa, com sensação de ardor, queimação ou agulhadas. Além disso, pode causar aumento da pressão arterial, suores intensos, enjoos, vômitos, diarreia e dor abdominal, agitação, arritmias cardíacas, edema pulmonar, alterações neurológicas e choque. “As crianças são mais sensíveis às alterações provocadas pelo veneno, por isso é muito importante a urgência no atendimento”. MEDIDAS. Para evitar a presença desses intrusos, a população deve conservar quintais, jardins e terrenos baldios limpos, sem pilhas de tijolos, telhas, madeiras, restos de material de construção, entulhos, garrafas ou qualquer objeto que sirva de abrigo para o aracnídeo. Dentro de casa, a recomendação é instalar tampas em ralos e vedar qualquer tipo de frestas e buracos. “Também recomendamos examinar as roupas e calçados antes de usar, e colocar botas e luvas durante os serviços de jardinagem ou quando manipular materiais de construção”. foto: Divulgação
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.