São Pedro volta a sediar Copa de Vôlei Adaptado

Equipes de 14 municípios vão participar das competições que acontecem no sábado, dia 26

Aproximadamente 400 atletas do vôlei adaptado - esporte criado com o objetivo de desenvolver o aspecto cognitivo, fisiológico e social dos jogadores com 50 anos ou mais – vão participar das atividades da 11ª edição da Copa Amigos do Vôlei Adaptado, no dia 26 de março, a partir das 8h, no Ginásio Municipal Antonio Carlos Siloto Filho, o Bordadão.

“São representantes de 14 municípios, que formam 38 equipes. A competição está de volta a São Pedro, cidade com histórico importante no vôlei adaptado”, conta a organizadora do evento e técnica das equipes de São Pedro, Janaina Martins.

A disputa envolve equipes masculina e feminina nas categorias 50, 58 e 68 anos. Os jogos serão realizados mensalmente, até novembro. As finais estão agendadas para os dias 26 e 27 de novembro, também em São Pedro. 

As equipes participantes são de Araras, Areiópolis, Americana, Bauru, Campinas, Itapira, Limeira, Mogi Guaçu, Rafard, Tatuí, Salto, Praia Grande, e Lençóis Paulista, além de São Pedro.

TURISMO – Além de estimular a prática de esportes, o evento, por envolver grande número de pessoas, é visto como fomento ao turismo. “Há grande movimentação na cidade, nos restaurantes e outros setores do comércio”, destaca Janaina, que informa também que os moradores de São Pedro interessados em participar das equipes podem participar os treinos que acontecem todas às terças e sextas-feiras, às 14h30, no Bordadão.

A solenidade de abertura está marcada para às 8h e logo em seguida serão iniciadas as competições em três locais: no Bordadão, na ADRS e na quadra da Emeb Ondina Mendes Parreira. Mais informações pelo telefone 3481-9393, que também é WhatsApp.

Publicado em: 22/03/2022 16:00

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.