São Pedro recebe tomógrafo de última geração

Equipamento foi adquirido com recursos do Ministério da Saúde; impacto será regional

O Hospital São Lucas de São Pedro, a Santa Casa, recebeu, no domingo, 22, um aparelho de tomografia de última geração. Uma conquista importante para a saúde da população e da região. O equipamento, que faz parte do planejamento estratégico de gestão do prefeito Helinho Zanatta e da Agenda 2025, foi adquirido com recursos do Ministério da Saúde.

Para a aquisição do tomógrafo, foi necessária uma autorização do SUS (Sistema Único de Saúde), por meio da DRS-X (Departamento Regional de Saúde) em Piracicaba, para operação do equipamento em São Pedro. “Fizemos um plano de trabalho regionalizado e as cidades de Santa Maria da Serra, Águas de São Pedro, Charqueada e parte de Piracicaba serão beneficiadas também com exames. Para isso, foram analisados e aprovados os investimentos em novos serviços de saúde por meio da equipe técnica do Estado e homologada pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado (Cib), com aprovação da DRS-X, que aceitou o pleito e encaminhou para o Ministério da Saúde”, destacou Leandro Carneiro, coordenador geral de Atenção Básica da Prefeitura de São Pedro.

“Estamos com um reconhecimento muito grande sobre nossa saúde depois de tanto trabalho, com recuperação da Santa Casa, ampliação da rede do SUS com novos serviços e ampliação da atenção básica. Nosso hospital é referência regional em diversas ações, como cirurgias, exames e serviços. A tomografia será mais um grande benefício, já que engloba alta complexidade”, garantiu Miriam de Souza Silva, secretária de Saúde e Desenvolvimento Social de São Pedro e interventora do hospital.

O modelo do tomógrafo adquirido pelo município está abaixo apenas do modelo utilizado em hospitais como Albert Einstein. “Para ter uma ideia, existem os canais de 16, 32 e 64. O nosso é o de 32, e o do Albert Einstein o de 64. Poder realizar exames deste porte em São Pedro mostra que com planejamento e gestão é possível o desenvolvimento do município”, afirmou o prefeito Helinho Zanatta.

O equipamento irá agilizar a demanda e minimizar o impacto do deslocamento do paciente. “Estaremos retirando a cota de tomografia que estava com Capivari, já que nenhum paciente nosso fez o exame lá. Poder realizar este exame por São Pedro fará que nossa população não precise ir a outra cidade, o que significa benefício duplo. Nossa previsão é de conseguir atender até 300 exames ao mês, dependendo da demanda autorizada pelo SUS”, destacou Leandro.

Essa semana, técnicos e engenheiros da Siemens, empresa que ganhou a licitação, estiveram na Santa Casa vistoriando o local onde será montado o equipamento. “Eles fazem um acompanhamento e somente os técnicos podem manusear o tomógrafo para não perder a garantia. Então, por enquanto, até a finalização da sala, o equipamento ficará encaixotado”, avisou Leandro.

DEMANDA - Atualmente são realizados 40 exames de tomografia por mês para pacientes de São Pedro, encaminhados para outras cidades. Um custo mensal de aproximadamente R$ 7,2 mil, sem contar o transporte. “Com o tomógrafo em nosso município, esse custo irá diminuir muito, principalmente com a logística desse transporte, além de continuarmos com o desenvolvimento da saúde de São Pedro, que já é referência na região com diversas cirurgias. A oferta desse exame, inclusive, será mais uma referência para outros municípios,”, afirmou Miriam.

A previsão de início dos atendimentos e marcações dos exames é para o primeiro trimestre de 2020.

O equipamento oferece exame radiológico mais minucioso, detalhando a área solicitada para averiguação mais precisa onde outros exames não conseguem detectar. O exame, que é indolor, pode ser solicitado pelo médico para diagnóstico de distúrbios musculares e ósseos, infecções ou coágulos sanguíneos, orientações pré-cirúrgicas, biópsias, alterações neurológicas, cardíacas e pulmonares, além de averiguar possíveis nódulos e casos de acidente.

CENTRO DE IMAGENS – O investimento total do novo Centro de Imagens da Santa Casa ultrapassa os R$ 2,2 milhões, considerando as obras físicas e aquisição de equipamentos, incluindo o tomógrafo. No local são realizados exames de raio-X digital, mamografia, ultrassonografia com dopler colorido, colonoscopia e endoscopia. Entre 1º de janeiro e 31 de agosto deste ano, foram realizados 8.697 exames. O ultrassom foi o exame com maior demanda nestes oito meses. Foram realizados 4.072 para atendimentos SUS e mais 286 via convênios médicos, totalizando 4.358. Mamografia vem em seguida, com 2.421 exames realizados pelo SUS; raio-X (1.150) e colonoscopia e endoscopia (768).

 

 

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.