São Pedro recebe R$ 4,73 milhões para investir em saneamento

Spedro3saaesp     São Pedro vai investir R$ 4,73 milhões em obras de saneamento. Os recursos federais serão usados para implantação de reservatório com capacidade para 2 milhões de litros, que atenderá população de 24 mil habitantes; obras de adequação da Estação Elevatória de água tratada da ETA (Estação de Tratamento de Água) II e construção de adutora de água tratada com 3,12 Km de extensão. O valor está em termo de compromisso assinado pelo prefeito Helinho Zanatta, em Brasília, em cerimônia com a presença da presidente Dilma Rousseff que garantiu a liberação de R$ 2,8 bilhões a 635 municípios com população de até 50 mil habitantes selecionados pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde), vinculada ao Ministério da Saúde.   As obras selecionadas fazem parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) 2 e os recursos são do OGU (Orçamento Geral da União), portanto não são relativos a financiamento, mas a uma liberação destinada aos municípios. Os processos de licitação já foram abertos e a expectativa é que as obras comecem em 60 dias.   O prefeito Helinho Zanatta explica que o valor considerável será investido em obras destinadas a melhoria das adutoras e reservação, conforme as diretrizes aprovadas no Plano de Saneamento em 2013. “Nesta primeira fase os investimentos serão para disponibilizar água no sistema e em um segundo momento vamos buscar mais recursos para distribuição e setorização dos bairros, como também prevê o Plano de Saneamento”, disse.   Nesta segunda fase de ações estão previstas medidas como avaliação da necessidade da rede em todo o município para minimizar o problema de infraestrutura na distribuição de água. “Não adianta melhorar nos bairros se não tiver água para o sistema”, enfatizou o prefeito.   USO RACIONAL – Apesar de as obras garantirem melhorias no sistema de reservação, é preciso destacar que as condições climáticas observadas este ano geraram mudanças nos mananciais que abastecem a cidade. “Estamos vivendo a pior situação dos últimos 50 anos em relação à falta de chuvas", disse o prefeito, que destaca a necessidade do uso racional da água “É preciso evitar o desperdício, colaborar de todas as formas para não precisar enfrentar problemas mais sérios em relação à água”, afirmou.   A seleção dos projetos apresentados pelos municípios foi realizada a partir da deliberação do Grupo Executivo do Programa de Aceleração do Crescimento. Entre os 635 municípios selecionados para receber verbas, apenas 20 são de São Paulo. Além de São Pedro também vão receber recursos as prefeituras de Águas de Lindóia, Altinópolis, Analândia, Brodowski, Cajuá, Cândido Mota, Clementina, Cordeirópolis, Dracena, Garça, Guaíra, Guaraçaí, Itirapina, Orlanda, Pompeia, Potirendaba, São José da Bela Vista, Taiúva e Tietê.      
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.