Saaesp mantém racionamento de água até chegada das chuvas

imagemG_3973_2961 imagemG_3974_2961 imagemG_3972_2961 imagemG_3971_2961 A falta de chuva, o calor excessivo e o consumo elevado fizeram com que o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro (Saaesp) adotasse o racionamento de água durante 4 horas por dia. Mesmo com alertas em carros de som, cartazes e divulgação na mídia local, a autarquia da Prefeitura de São Pedro encontra dificuldade em conscientizar os moradores sobre o consumo racional. Na capitação do bairro Santana, o nível do Rio Pinheiros, que abastece 60% do município, está 40% abaixo da média de sua capacidade. Sem chuvas, o racionamento prossegue diariamente, das 13 às 17 horas. “Hoje o Saaesp faz a captação, o tratamento e a distribuição de 12 milhões de litros de água por dia. Se dividirmos esse valor pelo número de habitantes, que está em torno de 32 mil, vemos que o resultado é de 375 litros por pessoa no dia”, explicou o diretor da autarquia, Sérgio Jorge Patrício, ao ressaltar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 180 litros de água por pessoa ao dia. “Infelizmente, aqui em São Pedro o consumo é exagerado”. A preocupação fica ainda maior nos finais de semana, quando a cidade recebe milhares de turistas. “O desperdício é ainda maior. Basta dar uma volta na cidade que é possível encontrar dezenas de moradores lavando calçadas, lavando carros e até trocando água da piscina”. Conforme levantamento feito por técnicos do Saaesp, bairros da área urbana, como Dorothéa, Mariluz 1, 2 e 3, Jardim Nova Estância, São Tomé, São Dimas e Recanto das Águas, o consumo é extremamente elevado. “Apesar da seca, estamos distribuindo o mesmo volume de água para esses locais. Porém, fomos obrigados a interromper o fornecimento por conta do exagero”, declarou Patrício. O Saaesp orienta a população de São Pedro a evitar lavar carros, calçadas, quintal, tomar banhos demorados, deixar a torneira aberta enquanto escova os dente, e, principalmente, trocar água da piscina. Também é recomendável fazer uma revisão periódica na instalação hidráulica, para evitar vazamentos. Denúncias sobre desperdício podem ser feitas pelo telefone 0800-772-7180.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.