Saaesp faz atividade especial para celebrar Dia Mundial da Água

Para celebrar o Dia Mundial da Água, o Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro) vai realizar atividades especiais no dia 22 de março, dia escolhido pela ONU (Organização das Nações Unidas) para celebrar a data criada em 1992 e que em 2018 tem como tema o uso de soluções baseadas no meio ambiente para resolver problemas de gestão dos recursos hídricos. Com a campanha “A resposta está na natureza”, as Nações Unidas abordarão como estratégias de preservação e restauração ambiental podem proteger o ciclo da água e melhorar a qualidade de vida da população.

Para falar com crianças a respeito do tema água e a importância da preservação, o Saaesp vai receber alunos da Emeb Guido Dante. O ‘mascote” da autarquia, o personagem Gotinha, também vai recepcionar e participar de brincadeiras com as crianças que vão ouvir explicações de técnicos do Saaesp.

“As crianças, que já recebem informações sobre a importância do Meio Ambiente na escola, como parte das atividades do Plano de Educação Ambiental, tem a oportunidade de ver na prática algumas etapas do tratamento de água e receber mais dados sobre o tratamento e o uso da água”, afirma o diretor-presidente do Saaesp, Thiago Silva.

Thiago também destacou a preocupação constante com a água. “A nossa administração desde 2013 tem tido uma grande preocupação com a preservação da água, um bem muito precioso. E estamos trabalhando junto com o prefeito Helinho para deixar resultados positivos nessa área, garantindo o abastecimento para as próximas gerações”, afirmou.

Este ano, a data ganha importância especial no Brasil, já que o país vai sediar, no período de 18 a 23 de março, o 8º Fórum Mundial da Água, maior evento global sobre água organizado pelo Conselho Mundial da Água, organização internacional que tem como missão “promover a conscientização, construir compromissos políticos e provocar ações em temas críticos relacionados à água para facilitar a sua conservação, proteção, desenvolvimento, planejamento, gestão e uso eficiente, em todas as dimensões, com base na sustentabilidade ambiental, para o benefício de toda a vida na terra".

De acordo com dados disponibilizados pelo Envolverde, site especializado em temas relacionados à sustentabilidade, atualmente, 1,8 bilhão de pessoas consomem água de fontes que não são protegidas contra a contaminação por fezes humanas. Mais de 80% das águas residuais geradas por atividades do homem — incluindo o esgoto caseiro — são despejadas no meio ambiente sem ser tratadas ou reutilizadas. Até 2050, a população global terá aumentado em 2 bilhões de indivíduos, e a demanda por água poderá crescer até 30%.

ALERTA – O principal objetivo do Dia Mundial da Água é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver questões relacionados ao uso do precioso líquido.

Para comemorar a data é preciso, não apenas neste dia, mas de maneira constante, adotar hábitos que colaborem para a preservação e economia deste bem natural, como não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc.); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais, além de divulgar ideias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.

SAÚDE - A saúde está diretamente relacionada à qualidade da água, assim como a produção de alimentos também é dependente da água saudável. Segundo a agência da ONU para a saúde, 844 milhões de pessoas ainda não possuem um serviço básico de água potável e, globalmente, pelo menos 2 bilhões de pessoas usam uma fonte de água contaminada com esgoto doméstico. A água contaminada pode transmitir doenças como diarreia, cólera, disenteria, febre tifoide e poliomielite. A estimativa é que a água potável contaminada cause 502 mil mortes por diarreia por ano. O Desenvolvimento Sustentável, um dos temas abordados no Fórum Mundial, conclama as nações a assegurarem uma vida saudável e promoverem o bem-estar para todos. Entre as metas deste objetivo estão, até 2030, acabar com doenças transmitidas pela água e reduzir substancialmente o número de mortes e doenças por produtos químicos perigosos, contaminação e poluição do ar, água e do solo.

   
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.