Recursos aplicados na saúde até agosto somam R$ 21,7 milhões

Audiência pública realizada na quinta-feira, 27, na Câmara Municipal, para apresentação dos dados do 2º quadrimestre de 2018 na saúde indica que os investimentos no setor somam R$ 21,7 milhões até agosto. Os números foram apresentados pelo coordenador da Atenção Básica, Leandro Carneiro Sanches e pela secretária municipal da Saúde, Miriam Souza.

Entre maio e agosto nas Unidades Básicas de Saúde, na Umis, UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e no Hospital Beneficente São Lucas foram realizadas 56.926 consultas. No mesmo período, foram realizados 38.484 exames laboratoriais, 3.070 radiografias e 1.652 ultrassons.

Os pacientes atendidos nas farmácias municipais foram 20.959 neste mesmo período. Os atendimentos de fisioterapia foram 5.744, de fonoaudiologia 988 e de terapia ocupacional 616.

Também no segundo quadrimestre foram realizadas 928 internações no Hospital Beneficente São Lucas – 698 na área cirúrgica, 62 médicas, 161 obstétricas e 7 pediátricas. Os partos foram 160, média de 40 por mês.

Acompanhada pelo presidente da Câmara, Antonio Toledo, o Toninho da Sorveteria; e pelos vereadores Du Sorocaba, Branco, Robinho, funcionários da Saúde, integrantes do Conselho Municipal de Saúde e usuários do SUS, como Maria Elisa Ferreira Barbosa e Anisio Ferreira Barbosa, a audiência apresentou informações também sobre novos serviços que serão oferecidos na rede municipal de Saúde. “Em aproximadamente um mês deve começar a funcionar o Centro de Imagens que vai realizar mamografia, colonoscopia e endoscopia”, disse a secretária Miriam. Ela acrescentou também que o processo de licitação para a aquisição de um tomógrafo para o município teve início na quarta-feira.

 A condução da saúde em São Pedro foi elogiada pelos vereadores e por usuários. “A secretária de Saúde e sua equipe estão de parabéns pelo trabalho realizado”, disse o presidente da Câmara. Du Sorocaba destacou que quando os exames começarem a ser realizados no município, os pacientes não vão precisar mais viajar para serem atendidos em outra cidade. Robinho lembrou que São Pedro já é visto como referência em saúde e Branco destacou o bom trabalho realizado na pasta.

EVOLUÇÃO – Moradores de São Pedro há 10 anos, Maria Elisa e Anisio Barbosa elogiaram o atendimento na saúde. “O serviço evoluiu muito e não digo isso da boca para fora. O atendimento é muito bom e a equipe é muito atenciosa”, disse Maria Elisa.

ALERTA – Para encerrar a audiência foi exibido um vídeo produzido pelo Ministério da Saúde que reforça a importância da vacinação e o perigo das chamadas “fake news”, que repassam informações falsas, como as que indicam que as vacinas representam perigo para a saúde. “É preciso ter responsabilidade antes de compartilhar informações”, disse o coordenador da

Atenção Básica Leandro Sanches. “Em São Pedro, foi necessário muito empenho de toda a equipe da Vigilância Epidemiológica para atingirmos o índice de 96% da vacinação da poliomielite”, destacou, reforçando mais uma vez a necessidade de os pais adotarem postura responsável em relação à saúde de seus filhos.

   

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.