Queimadas fazem São Pedro declarar estado de emergência

O decreto municipal 7.281, assinado pelo prefeito Thiago Silva no dia 15 de setembro, declara situação de emergência no município de São Pedro por motivos de grandes incêndios ocorridos em vários pontos do território são-pedrense. Entre as ocorrências registradas nesta semana, as mais graves foram o fogo na serra de São Pedro e na região da estrada que liga São Pedro a Charqueada, nas proximidades das olarias Pessoti e Aranha.

O número de ocorrências registradas tanto pelo Corpo de Bombeiros como pela Guarda Civil Municipal ajuda a entender a dimensão do problema. Neste ano, de 1 de junho, quando começa a Operação Corta Fogo dos Bombeiros, até o dia 14 de setembro, a corporação registrou 92 atendimentos  de incêndio em vegetação.

Na Guarda Civil Municipal, de 13 de junho a 15 de setembro, foram 46 atendimentos realizados, com deslocamento de viaturas e mobilização dos guardas-civis municipais, sem contar inúmeros telefonemas atendidos pelas corporações.    

O decreto estabelece situação jurídica especial para facilitar a gestão administrativa pública para a execução das ações preventivas e de combate aos incêndios, bem como à recuperação de áreas atingidas pelo fogo.

INVESTIGAÇÃO – As ocorrências desta semana motivaram pedido de apuração rigorosa pelo prefeito em busca de identificar o local do início do fogo.  Em caso de comprovação de ação criminosa, todas as medidas serão adotadas para punir os responsáveis seja por ato intencional ou negligência.

 (As imagens referem-se a ocorrências atendidas esta semana pelas equipes que trabalharam no combate ao fogo)

Publicado em: 16/09/2021 16:24

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.