Programa social de castração de cães e gatos recebe cadastros até dia 5 de dezembro

arte_castracao 2

O Programa Social de Castração de Cães e Gatos e Microchipagem realiza até o próximo sábado, dia 5 de dezembro, cadastro que vai identificar a demanda pelo serviço no município.  O programa atende à Lei Municipal 3.138, que tem entre os objetivos a esterilização de animais de famílias de baixa renda e consequentemente a redução da população de cães e gatos nas ruas, além de incentivar a posse responsável desses animais que serão identificados por meio da implantação gratuita de microchips. Na primeira semana de cadastramento, demonstraram interesse na ação 67 proprietários de 107 cães e 65 gatos.

O cadastro não garante a esterilização, mas vai servir de base para a Secretaria de Saúde levantar a demanda e planejar as ações.  Os animais castrados vão receber também um microchip e os proprietários serão orientados quanto à posse responsável.  O microchip permite, de maneira simples,  a identificação do animal que, se encontrado em vias públicas, poderá  gerar advertência ao proprietário, baseado no Artigo 32, Capítulo V, da Lei Federal nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1988, o qual considera crime os maus tratos aos animais.

O cadastro acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, até o dia 4 de dezembro.  No dia 5 de dezembro, sábado, haverá cadastramento no período das 8h às 13h . O cadastramento  deve ser feito na Secretaria de  Saúde e Desenvolvimento Social, na rua Ernesto Giocondo, 46, bairro Santa Cruz,  no setor de Controle de Endemias, na Vigilância Epidemiológica.

Para fazer o cadastro, é necessário apresentar RG,CPF, comprovante de residência do proprietário e carteira de vacinação do animal.

Os responsáveis pela Vigilância Epidemiológica explicam que a chipagem dos animais é feita com agulhas e aplicadores específicos para este fim,  de uso individual e estéril. A aplicação é segura e causa apenas um pequeno desconforto momentâneo ao animal.

CONTROLE - A superpopulação de cães e gatos abandonados nas ruas é um problema mundial. Estima-se que 75% da população de cães no mundo estejam nas ruas. A única maneira eficaz de alterar esta situação é a castração de animais.  Um proprietário responsável tem o dever de impedir a reprodução descontrolada de seu animal.

Segundo a WSPA (World Animal Protection), organização mundial de proteção animal, uma cadela em seis anos de vida reprodutiva pode gerar 100 descendentes, enquanto uma gata, em dois anos pode gerar 200 descendentes.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.