Professores participam de encontro

imagemG_3927_2923 imagemG_3926_2923 Com o objetivo de promover uma discussão sobre o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, pelo menos 250 pessoas, entre diretores, supervisores, professores e pais de alunos, participaram no último dia 9, no anfiteatro da Etec Gustavo Teixeira, do 1° Seminário de Vivências Alfabetizadoras. Idealizado pela Secretaria de Educação de São Pedro, o evento foi conduzido pelo secretário da pasta, Edilson Galante, que apresentou o programa e também ressaltou a importância das ações propostas para rede de ensino. “O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, estadual e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental. Aqui em São Pedro essa ação já começou e temos excelente resultados”, declarou Edilson. Durante o encontro, professores que lecionam nos anos iniciais da alfabetização tiveram a oportunidade de falar sobre suas experiências e de expor diversas atividades desenvolvidas em sala de aula neste ano letivo. “Além dos depoimentos das professoras sobre a importância deste projeto e as conquistas que estão alcançando, pais e alunos também relatam suas experiências”. Entre os quatro princípios centrais considerados por quem participa do Pacto, Galante considerou que o trabalho pedagógico leva em conta: O sistema de escrita alfabética; O desenvolvimento das capacidades de leitura e de produção de textos; Conhecimentos oriundos das diferentes áreas que podem e devem ser apropriados pelas crianças, de modo que possam ouvir, falar, ler, escrever sobre diversos temas e agir na sociedade; O aspecto lúdico e o cuidado com as crianças como condições básicas nos processos de ensino e de aprendizagem. “Dentro dessa visão, a alfabetização é, sem dúvida, uma das prioridades nacionais no contexto atual, pois o professor alfabetizador tem a função de auxiliar na formação para o bom exercício da cidadania. Para exercer sua função de forma plena é preciso ter clareza do que ensina e como ensina”, declarou, ao frisar que não basta ser um reprodutor de métodos que objetivem apenas o domínio de um código linguístico. “É preciso ter clareza sobre qual concepção de alfabetização está subjacente à sua prática”. Ainda sobre o programa, Galante disse que os professores inseridos no Pacto trabalham com quatro eixos de atuações: Formação continuada presencial (com treinamento e capacitação); Materiais didáticos, obras literárias, obras de apoio pedagógico, jogos e tecnologias educacionais; Avaliações e reflexão da prática pedagógica; Gestão, socialização, engajamento, colaboração e mobilização dos saberes dos docentes. “Desde o mês de março deste ano temos três turmas de professores, dos 1º, 2º e 3º ano, que participam dos cursos de capacitação da Unicamp”.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.