Prefeitura de São Pedro inaugura Central de Monitoramento com 450 câmeras

Evento será na quarta-feira, dia 29; monitoramento é considerado importante aliado no reforço da segurança Considerada a “cereja do bolo” de um amplo projeto que envolve tecnologia, integração de dados e sistemas e reforço na segurança, a Central de Monitoramento e Inteligência da Prefeitura de São Pedro será inaugurada no dia 29 de agosto, quarta-feira. A Central vai exibir imagem de 450 câmeras instaladas em prédios públicos e pontos considerados estratégicos do ponto de vista da segurança, como praças, parques e ruas com ampla movimentação, que estão interligadas por meio de uma rede de 20 km de fibra óptica. “Em 2013, o prefeito Helinho Zanatta nos propôs um desafio: interligar todos os prédios públicos que até então possuíam redes individuais, sem integração de dados, em uma única rede, com compartilhamento das informações, além de integração do sistema de voz, dados e vídeo”, conta o responsável pelo Departamento de Informática da Prefeitura, Odail Della Niesi Júnior. A instalação de 20 km de fibra óptica foi um dos passos da implantação que mudou vários aspectos na comunicação interna e externa dos departamentos públicos. “Essa rede hoje proporciona os serviços de monitoramento de alarmes, vídeos e telefonia e trouxe, entre os vários benefícios, uma redução de custos muito significativa”, destaca Niesi Júnior. Só na telefonia, a redução dos custos é de aproximadamente 80%. A fibra óptica permite também que as ligações entre os departamentos da Prefeitura sejam feitas via ramal. Cada funcionário público tem uma senha que permite identificar todas as chamadas realizadas e inibe o uso indiscriminado. A interligação também alterou a rotina do Departamento de Recursos Humanos, já que todos os relógios-ponto, acionados por biometria, passaram a ser integrados. Na área da saúde, a estrutura também garantiu melhorias significativas, como o prontuário eletrônico. “Hoje, quando o paciente é atendido, o médico pode consultar todo seu histórico de atendimento e de exames na rede”, conta a gerente da Atenção Básica, Selma Milani. A interligação gerou outras facilidades, como o agendamento de consultas com especialistas e exames na própria unidade de saúde, além da retirada de medicamentos básicos também na unidade. “Hoje todo o controle do estoque é informatizado”, destaca Selma. A fibra abriu caminhos ainda na Educação, com a implantação de um software que permite maior integração entre professores, alunos e pais. “É um facilitador. Temos acesso a todas as notas dos alunos e podemos identificar situações específicas dos alunos. Também melhora a comunicação com os pais”, relata a professora Rita Dias, da Emeb Maria de Fátima do Amaral. Em uma etapa já prevista, os pais, após o cadastro de uma senha, terão acesso ao boletim dos alunos pelo computador ou celular. No Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro), além de monitorar os prédios, o sistema de vídeo permite também verificar de maneira remota o nível dos reservatórios de água. SEGURANÇA PÚBLICA - O capitão Ricardo Bessa, comandante da 3ª Companhia da Polícia Militar de São Pedro, vê na Central de Monitoramento uma importante aliada da segurança pública. “É uma ferramenta fundamental para a segurança. A tecnologia é extremamente importante”, afirma, citando como exemplo as chamadas câmeras ‘inteligentes’ instaladas em todas as entradas da cidade. “Por meio de um convênio estabelecido entre a Polícia Militar e o município, o sistema faz a leitura das placas. Se houver algum registro no sistema, como furto ou roubo, os policiais recebem esta informação na viatura mais próxima”, conta. Bessa acrescenta que as câmeras garantem ações repressivas e preventivas ao crime. “Com todas as entradas e saídas monitoradas, é muito difícil que alguém faça algo e não seja identificado”, afirma. O comandante cita como exemplo prático o caso relacionado ao tráfico que teve como ponto de partida uma imagem da Central de Monitoramento. “Após a investigação foi constatado um número de envolvidos maior que o indicado inicialmente”. Além da Polícia Militar, as imagens também são usadas pela Polícia Civil para casos específicos que podem ajudar a identificar responsáveis por crimes praticados na cidade. Outro uso é para monitoramento e reforço na segurança de grandes eventos, como o Carnaval ou festas tradicionais da cidade realizadas em espaços públicos. PRÓXIMOS PASSOS - Os investimentos em câmeras, fibra óptica e equipamentos para o DataCenter, como por exemplo um gerador, somam aproximadamente R$ 2 milhões. E há novas ações previstas, como a implantação de mais 10 km de rede de fibra óptica que vão ligar a área central ao bairro Alpes das Águas e permitir acesso a internet em locais públicas como as praças Gustavo Teixeira e Adolpho Bonifácio Bragaia, a praça do Fórum, além de mais câmeras de monitoramento.  
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.