Prefeitura de São Pedro começa a estruturar rede de proteção à mulher

Ideia é oferecer condições em diferentes áreas para segurança e apoio 

Situações reais de violência contra a mulher relatadas pelas vítimas à Guarda Civil Municipal, a assistentes sociais e em atendimentos no Caps (Centro de Atenção Psicossocial) vão servir de parâmetros para a criação de uma rede de combate à violência contra a mulher em São Pedro. O tema começou a ser discutido nesta quinta-feira em reunião que contou com a participação do secretário de Governo, Clóvis Vaz Filho, da coordenadora de projetos, Carolina Figueiredo, do comandante da Guarda Civil, Luciano Luna; do coordenador de Trânsito, Edivar Reizer, da coordenadora do Caps, Ana Castro e da vereadora Alessandra Pisco.

Eliete Nunes, ex-secretária de Desenvolvimento Social de Piracicaba, falou sobre experiências realizadas no município vizinho que podem servir de modelo para a implantação em São Pedro. A proposta do grupo, reunido por iniciativa do prefeito Thiago Silva e após solicitação da vereadora Alessandra Pisco, é criar uma rede completa de amparo social e psicológico, com ajuda financeira, oferta de cursos de qualificação e estrutura para auxiliar a mulher a sair da situação de violência.

“A idéia não é apenas tutelar as mulheres que estão vivendo situações de violência, mas criar uma rede de proteção e apoio, para que elas possam ter as melhores condições para sair desta situação”, destacou o secretário de Governo.

Publicado em: 29/04/2021 17:57

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.