Prefeito assina ordem de serviço para conclusão da UPA

imagemG_3807_2836 imagemG_3809_2836 imagemG_3806_2836 Nessa semana, o prefeito Helinho Zanatta assina a ordem de serviço para o término da obra da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Mesmo inaugurada em dezembro de 2012, em janeiro deste ano, a atual administração encontrou a obra inacabada, com problemas hidráulico, elétrico, com infiltrações e sala de raio X sem reboco. A empresa Forma Engenharia foi a vencedora da licitação aberta para término de obra parada. A previsão é que o trabalho seja concluído no prazo de 60 dias. “A licitação prevê vários serviços, como revisão da parte hidráulica e elétrica, instalação do gerador, troca dos forros que caíram e reparos daqueles que estão com infiltrações, instalação dos tampos dos armários, revestimento de argamassa baritada na sala de raio X, rejuntamento dos pisos e azulejos de várias salas e banheiros; além de pintura completa na parte interna e externa no prédio”, detalhou o coordenador de Obras e Serviços Públicos, Luis Calos Piedade. Por recomendação da própria Controladoria Geral da União (CGU), que enviou técnicos a São Pedro para levantar documentos e averiguar as condições da UPA, o prefeito Helinho Zanatta conta que buscou todas as formas legais para dar continuidade as obras e iniciar o mais breve possível o atendimento ao público. “Essa conquista faz parte de um trabalho conjunto entre as secretarias de Saúde, de Obras e também no nosso Jurídico. Fomos até Brasília buscar informações com o Ministério da Saúde e graças a Deus vamos poder concluir todos os itens que faltaram para que realmente a UPA possa ser aberta e atender pacientes”, declarou o prefeito, sobre a obra que custou R$ 2,1 milhões ao governo Federal. EQUIPAMENTO. Ainda de acordo Zanatta, outra notícia que merece ser comemorada pelos moradores e turista que precisam dos serviços de saúde de São Pedro é que, na última segunda-feira, 16, em sessão ordinária, os vereadores da cidade aprovaram o projeto de Lei 80, que autoriza a abertura de crédito no valor de R$ 450 mil para aquisição de equipamentos para Unidade de Pronto Atendimento. O valor faz parte do orçamento anual da Câmara Municipal, que deveria ser usado na aquisição de terreno, implantação e construção de uma sede própria para o Legislativo. Conforme o presidente da Casa de Lei, Cássio Capellari, por unanimidade, os vereadores abriram mão da compra do terreno e decidiram direcionar os R$ 450 mil para equipar a UPA. “Sabemos que a prioridade hoje em São Pedro é a saúde. Em conversa com o prefeito Helinho Zanatta, firmamos o acordo de repassar essa verba, que é da Câmara Municipal, para UPA. Todos os vereadores entenderam a importância dessa decisão. Foi um compromisso meu com o prefeito de antecipar esse valor e possivelmente entregar a unidade equipada para população a partir de janeiro”, comentou Capellari.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.