Parque Maria Angélica ganha Casinha Literária

Esta proposta inspirou alunos da Etec Gustavo Teixeira em 2020, mas por conta da pandemia, o projeto foi transformado em prática este ano.

“Em 2019, visitando uma escola em Piracicaba, vi uma casinha de livros e pensei em desenvolver algo similar em São Pedro. Esse sentimento me motivou a tornar este projeto uma das minhas metas de vida: fazer com que mais pessoas possam sentir a emoção de escolher um livro, tocá-lo, ler sua história e se apegar a cada página” relata Giovanna Bontorim, que com Julia Fessel desenvolveu todas as artes de orientação de cuidados com os livros e o objetivo do projeto.

Para transformar o projeto em algo real, Giovana, mobilizou a família, os amigos da escola e comerciantes. Com a casinha garantida pela doação de um marceneiro, o grupo procurou a Prefeitura em busca de uma espaço público para implantação do projeto.

A Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Cultura, contratou o artista Luiz Brunelli, conhecido como Biluca, para idealizar e confeccionar um mural que remetesse à leitura. “O mural ficou bem lúdico e o objetivo é que as pessoas façam a trocas de livros, ou até mesmo a leitura no parque, enquanto os pais acompanham seus filhos no parquinho ou em outra atividade de lazer no parque” conta o coordenador de Cultura, Ivan Teixeira.

O conteúdo da casinha  foi selecionado pela  bibliotecária Larissa Melo, que optou por clássicos da literatura brasileira como “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, “O Cortiço”, de Aluísio de Azevedo e literatura estrangeira como “O menino do Pijama Listrado”, de Jhon Boyne, “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini e “O Código Da Vinci”, de Dan Brown, entre outros títulos.

“Temos como meta desenvolver o hábito da leitura, promovendo e dando acesso em diversas vertentes e por isso a Prefeitura participa deste projeto proposto por jovens com o objetivo de consumir leitura”, complementa Ivan..

Periodicamente a casinha pode ganhar novos títulos e o objetivo é sempre estimular a participação da população. “Livros precisam respirar e não ficar somente nas prateleiras, o objetivo é desenvolver este projeto em outros espaços da nossa cidade”, destacou.

Publicado em: 10/09/2021 14:52

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.