Número de internações da atenção básica cai 73,19% em 4 anos em São Pedro

Dado apresentado em audiência pública comprova bom funcionamento da rede municipal de saúde

A saúde de São Pedro dá sinais concretos de mudanças eficazes e a maior prova disso é o número apresentado na audiência pública realizada na quinta-feira, 28, na Câmara Municipal, para apresentação dos dados do último quadrimestre de 2018: as internações sensíveis à atenção básica - aquelas ligadas à hipertensão, diabetes, diarreia, anemia e outras – caiu de maneira significativa nos últimos 4 anos. O número passou de 537 em 2014 para 144 em 2018, queda de 73,19%. Os números foram apresentados pelo coordenador da Atenção Básica, Leandro Sanches.

“É um número muito importante e mostra que estamos a cada dia evoluindo mais e fortalecendo a atenção básica, que foi descentralizada. Hoje temos sete unidades de atendimento, com duas em construção e outra já aprovada, no Residencial São Pedro”, destacou o coordenador.

Em 2018, a atenção básica recebeu R$ 11,2 milhões em investimento e assistência hospitalar, R$ 20,2 milhões. Outros R$ 832,7 mil foram destinados a ações de suporte profilático e terapia, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica e alimentação e nutrição, totalizando investimentos de R$ 32,3 milhões, valor que representa 30,8% da receita própria, o dobro do que determina a legislação.

Na atenção básica, um dos principais reforços foi o aumento dos PSFs (Programa Saúde da Família), hoje presentes nas unidades dos bairros São Dimas, Alpes, Bela São Pedro, Dorothea e Santo Antonio. Só entre os meses de setembro e dezembro do ano passado, foram feitas nestas unidades e na Umis, que além de clínica médica, pediatria e ginecologia também atende especialidades, foram 21.910 consultas. As visitas domiciliares feitas pelos agentes comunitários de saúde, consideradas importante ferramenta em ações de prevenção e acompanhamento, somam 9.719.

Há outros números importantes também, como os 44.850 exames laboratoriais realizados no período, 2.555 radiografias e 1.031 ultrassonografias.  No último quadrimestre do ano a Farmácia Municipal realizou 31.839 atendimentos e as internações no Hospital Beneficente São Lucas, a Santa Casa, somam 1.270.

A apresentação dos números da Saúde foi acompanhada pelos vereadores Robinho, Du Sorocaba, Joyce Benevides e Ìndio, além de agentes de saúde, coordenadores, outros funcionários  e usuários das unidades de saúde do município.

A secretária municipal de Saúde, Miriam Souza, também participou da apresentação. “São dados que nos deixam muito satisfeitos. É o resultado de todas as ações realizadas de forma contínua desde 2013, como ampliação da infraestrutura de atenção básica local e qualificação da equipe”, disse, destacando também a importância do trabalho em conjunto.

RUMOS DA SAÚDE –  A etapa municipal da 16ª Conferência Nacional de Saúde será realizada no dia 14 de março, às 15h, na Câmara Municipal. O coordenador da Atenção Básica reforçou a importância da participação da população no evento que tem como principal objetivo definir as prioridades locais de saúde, formular propostas no âmbito dos municípios, dos estados e da União e elaborar um relatório final. Nas conferências também são eleitos delegados que vão representar o município na Etapa Estadual.

Organizada pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e realizada pelo Ministério da Saúde, a conferência vai reunir milhares de pessoas de todo o país, em Brasília, de 4 a 7 de agosto de 2019, para traçar de forma democrática as diretrizes para as políticas públicas de saúde no país. O tema principal da 16ª Conferência é “Democracia e Saúde” e os eixos temáticos são: Saúde como direito, Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e Financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS).  É por meio desse processo que a população pode contribuir ativamente no desenvolvimento de políticas públicas de saúde. O relatório final da conferência deve gerar subsídios para a elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 e do Plano Nacional de Saúde.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.