Número de cirurgias realizadas no São Lucas dobra em 2 anos

Só até abril deste ano foram realizadas 1.128 intervenções cirúrgicas no hospital

O número de cirurgias realizadas no Hospital Beneficente São Lucas, a Santa Casa de São Pedro, passou de 1.493 em 2016 para 2.865 em 2018, crescimento de 92%. A alta continua em 2019, quando foram registradas, apenas até abril, 1.128 cirurgias.

O aumento do número de intervenções cirúrgicas é fruto de toda a reestruturação pela qual passou o hospital nos últimos anos. As mudanças estruturais e aquisição de equipamentos, inauguradas em março de 2018, receberam investimento de R$ 6,8 milhões e deram início a uma nova fase do hospital que está sob intervenção do município desde 2005 e já enfrentou diversas crises, inclusive suspensão de atendimento, cirurgias e partos. Hoje, o hospital é referência regional.

“Esse número significativo de cirurgias mostra como os investimentos feitos na infraestrutura da Santa Casa foram otimizados e refletem também todo o potencial que São Pedro tem a oferecer nesta área”, disse o prefeito Helinho Zanatta, destacando ainda que as cirurgias são fruto de planejamento que inclui a estrutura física e a compra de equipamentos de ponta, como o arco cirúrgico, videolaparoscópio, ultrassom digital, mamógrafo e tomógrafo, além de outros.

“Uma reengenharia financeira e administrativa foi realizada logo no início desta administração. O volume de investimentos em equipamentos, obras e contratações é muito significativo. Recentemente inauguramos o Centro de Imagens que também vai receber um tomógrafo,” disse o prefeito.

A secretária municipal de Saúde e Desenvolvimento Social e interventora do Hospital, Miriam Souza, destaca que a unidade de saúde atende hoje pacientes de 32 cidades, das regionais de Piracicaba e de Jaú. “O governo federal disponibilizou recursos financeiros em nível nacional para que os hospitais realizassem as cirurgias e diminuíssem a fila de espera dos casos cirúrgicos. São Pedro visualizou a possibilidade de atender as demandas locais e os municípios da região, como Piracicaba, demonstraram o interesse em realizar as cirurgias de média complexidade em São Pedro”, afirmou.

Miriam ressalta também que não são realizadas em São Pedro cirurgias de alta complexidade, como as cardíacas, mas até média, como as vasculares, ginecológicas, oftalmológicas, ottorinolaringológicas e urológicas. Há também as ortopédicas, que neste caso são realizadas apenas para pacientes de São Pedro.

DESTAQUE – O número de cirurgias realizadas em São Pedro já havia sido destaque em setembro do ano passado, quando levantamento do Cosems (Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo), órgão que representa os gestores municipais de saúde na esfera estadual, mostrou que São Pedro foi a segunda cidade a realizar mais cirurgias eletivas – aquelas que são agendadas - no período de julho de 2017 a junho de 2018, ficando atrás apenas da capital. Neste período, foi autorizado o repasse de R$ 1,5 milhão do Ministério da Saúde para a realização dos procedimentos, valor que garantiu a realização de 1.753 cirurgias. Além de pacientes de São Pedro, foram atendidos no Hospital Beneficente São Lucas de São Pedro, a Santa Casa, pacientes de outros 18 municípios naquele período.

Publicado em: 18/07/2019 14:37

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.