Novas medidas anunciadas pela Prefeitura de São Pedro incluem fechamento temporário do comércio para evitar circulação de pessoas

Ministério Público recomendou várias ações por conta do coronavírus e Executivo acatou medidas

A Prefeitura de São Pedro, de acordo com recomendação administrativa do Ministério Público recebida no dia 19 de março, decretou situação de emergência no município. O documento determina suspensão de todos os serviços e atividades privadas não essenciais, como comércio em geral, restaurantes, academias, shopping center, cinema, teatro, corretagem de imóveis para vendas e locação.

Também fica proibida a entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro. Até segunda-feira, 23, todos os hóspedes deverão sair dos estabelecimentos. Há ainda a suspensão de todo e qualquer evento realizado em local fechado ou aberto, inclusive de natureza religiosa educacional e a limitação de 10 pessoas ao acesso e permanência nos velórios.

A suspensão das atividades não vale para mercados, açougues, quitandas, farmácias, distribuidoras de água e gás, padarias e postos de combustíveis, assim como serviços médicos e jurídicos, também considerados essenciais.

Por enquanto, estabelecimentos que servem alimentos preparados para o consumo, poderão realizar serviços de entrega. O descumprimento das determinações previstas no decreto rende multa, além da interdição total ou parcial da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

A Feira do Produtor realizada aos sábados e quartas-feiras, está temporariamente suspensa, assim como a Feira de Artes e Artesanato,que acontece aos sábados, domingos e feriados.

As medidas deste decreto, número 6.909, complementam outras, anunciadas em decretos anteriores editados durante a semana, sempre com o objetivo de proteger toda a população do contágio da pandemia do coronavírus.

Férias coletivas

Outra decisão da Prefeitura de São Pedro para enfrentar a pandemia é a concessão de férias coletivas pelo prazo de 15 dias, no período de 23 de março a 6 de abril. Na lista estão funcionários da Secretaria de Educação, aqueles que tem 60 anos ou mais e de outros setores que estão com atividades suspensas.

O prefeito Helinho Zanatta voltou a afirmar que as medidas são para prevenção e o bem estar de todos. Outros decretos publicados anteriormente anunciaram outras medidas, como a suspensão das aulas nas escolas municipais a partir do dia 23, do atendimento odontológico, salvo urgência, higienização nos veículos de transporte coletivo público ou privado; fechamento de museu, biblioteca, estádio de futebol, ginásio de esportes, piscina e centro cultural; suspensão de eventos da Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer e de eventos promovidos pelo poder público.

Com as medidas, ficam suspensas também as oficinas realizadas no Museu Gustavo Teixeira, no Cras e as aulas oferecidas na Coordenadoria de Esportes e Lazer.

Neste sábado também ficará suspenso o acesso aos parques municipais Maria Angélica Manfrinato, Marcelo Golinelli, do Cristo e Ernesto Baltieri.

MUDANÇAS NA SAÚDE - Na Saúde, são várias as mudanças, como a suspensão das consultas agendadas nas Unidades Básicas de Saúde, redução gradual da realização de exames, salvo para casos de urgência e emergência e tratamentos contínuos de risco.

Nas Unidades Básicas de Saúde e na UPA, o acolhimento foi alterado. Todos que chegam às unidades são orientados a passar álcool gel e após a triagem, caso o paciente apresente sintomas comuns ao coronavírus, é encaminhado para um setor específico.

 A orientação é para que os pacientes que apresentem os sintomas mais comuns à doença, como tosse, febre e dificuldade de respirar procurem inicialmente as Unidades Básicas de Saúde. Em toda a rede municipal, as equipes ganharam reforços para garantir melhor fluxo de atendimento que nas UBSs acontece das 7h às 16h.

CASTRAÇÃO SUSPENSA - Como mais uma medida de prevenção contra a transmissão do coronavírus, a Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social  cancelou as castrações de cães e gatos que estavam agendadas para domingo, dia 22. Estes agendamentos serão remarcados e os responsáveis pelos animais serão avisados. O cadastro para novas castrações também foi suspenso pelo prazo de 60 dias.

O período de isolamento social ou quarentena é bem diferente de férias, por isso é importante que todos aqueles que puderem, que permaneçam em casa e restrinjam a circulação ao máximo possível, sempre tendo em mente o bem estar de todos.

"Apesar de não termos nenhum caso confirmado em São Pedro, as medidas estão mais restritivas para garantir a proteção. Em outros locais, especialmente em São Paulo, o número de casos cresceu. Neste momento delicado, contamos com o apoio da população para compreender a importância das medidas adotadas e colocá-las em prática. Uma ação conjunta vai garantir que a situação tenha resultados mais efetivos”, declarou o prefeito Helinho Zanatta.

Os decretos são fruto também das reuniões do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus criado na Prefeitura e formado por representantes do Gabinete do Prefeito, das Secretarias de Governo, Saúde e Desenvolvimento Social; Educação; Obras, Meio Ambiente e Serviços Públicos; Justiça e Turismo, Cultura, Esportes e Lazer. O comitê volta a se reunir no sábado para avaliar a situação no município e pode sugerir novas ações para garantir a segurança de todos.

Publicado em: 20/03/2020 14:25

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.