Nova adutora do Santana já está em funcionamento

DSC_6422DSC_6440DSC_6418   Investimento na construção no novo ‘caminho da água’  e na reforma de outros equipamentos  foi de R$ 2,3 milhões   As obras da nova adutora de água do bairro Santana foram concluídas pela Prefeitura e Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro). Já em operação, a adutora foi instalada em área pública e substitui a usada anteriormente, que funcionava desde 1941 em área particular e nunca tinha passado por uma reestruturação significativa. A adutora de 860 metros de extensão é o novo “caminho” da água bruta captada no ribeirão Pinheirinho até a ETA 1 (Estação de Tratamento de Água), localizada na sede do Saaesp. Com a mudança, um problema antigo foi solucionado, já que, antes, em caso de necessidade de reparo,  era preciso pedir autorização para entrada no local que estava localizada a adutora responsável por aproximadamente 70% do abastecimento da cidade. A instalação da adutora integra pacote de obras feito com recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias). Foram R$ 2,3 milhões aplicados também na reforma do prédio de captação de água bruta do ribeirão Pinheirinho, com instalação de motor, bomba e 720 metros de extensão da adutora de água tratada que liga a estação elevatória do Vila Rica ao novo reservatório, em construção  no bairro Nova Estância. O presidente do Saaesp, Sérgio Patricio, explica que a conclusão desta primeira etapa que contempla a construção da casa de bombas, decantadores de areia  e instalação de novos motores para bombeamento da própria adutora vai permitir a captação de mais de 11 litros de água por segundo em relação à antiga. “Não teremos mais problemas de rompimento, além de gerar grande economia para o município”, disse. O presidente também informou que a nova casa de máquinas do Santana, onde acontece a captação de água bruta para tratamento na ETA 1, está em fase de conclusão, assim como a segunda etapa no Vila Rica, com instalação de nova casa de bombas, nova adutora com aproximadamente 700 metros de extensão, implantação de novo reservatório com capacidade de 2 milhões de litros e nova rede de distribuição. “Toda essa estrutura deve resolver o problema no abastecimento no município, caso não falte água na captação devido à ausência de chuva”. O planejamento e empenho do prefeito Helinho Zanatta foi outro ponto destacado pelo presidente do Saaesp. “Os projetos e execuções destas importantes obras para o saneamento da cidade foram acompanhados de perto pelo prefeito e temos outras parcerias, sempre com o objetivo principal de oferecer melhores serviços à população”, disse. Para que a população continue usando a água de forma racional e São Pedro não enfrente dificuldades no abastecimento, o Saaesp divulga campanha contra o desperdício de água, especialmente na época de estiagem.  
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.