INTERCÂMBIO

imagemG_3564_2673 De malas prontas e passaportes nas mãos, a ex-aluna da Escola Técnica Estadual Gustavo Teixeira de São Pedro, Raquel Moreno (38), e o professor de inglês Felipe de Camargo Costa (29), se preparam para embarcar, respectivamente, para Chicago (Estados Unidos) e Nova Zelândia. Eles foram selecionados para fazer parte do Programa de Intercâmbio Cultural do Centro Paula Souza, que neste ano deve contemplar 510 alunos e 100 professores das Etecs e Fatecs do Estado de São Paulo. Formada em Administração no final do ano passado, Raquel conta que desde que soube dessa possibilidade de participar de um intercâmbio – com todas as despesas pagas -, não mediu esforços e se dedicou intensamente para obter as melhores notas e requisitos para ser escolhida. “Embora a notícia tenha sido uma surpresa, confesso que desejei essa bolsa desde que soube da possibilidade”, disse a controler, que trabalha na empresa Ananda Metais, em Piracicaba. Com embarque marcado para o próximo dia 18, Raquel já fez o contato com a família que irá abrigá-la. “Pela rede social, consegui achar e falar com a dona da casa que vai me hospedar. Ela é professora de música e disse que, assim como eu, não vê a hora de contar com a minha chegada”, falou a ex-aluna, que irá para Chicago com um grupo de 23 alunos e um monitor. “Com certeza será uma experiência única. Além das amizades, vou ter a oportunidade de estugar inglês de uma maneira intensiva. Durante quatros semanas, com bastante estudo e dedicação, vou viver o inglês 24 horas por dia”, ressaltou. MONITOR. Também de malas prontas e agradecido pela oportunidade, o professor de inglês, Felipe de Camargo Costa, que mora em Rio Claro e dá aula na Etec de São Pedro há quase três anos, conta que, mesmo lecionando, sua experiência em Nova Zelândia não será diferente da ex-aluna. Depois de passar por vários testes e disputar a vaga com 252 docentes, ele ficou entre os 20 selecionados que embarcam no próximo dia 16. “Embora eu tenha a missão de ir como monitor de um grupo de alunos, a oportunidade de vivenciar o inglês de forma prática é totalmente diferente dessa que eu vivo em sala de aula, na vida acadêmica”, analisou o professor. Ainda segundo Costa, os 30 dias também serão de estudos. “Será uma experiência totalmente nova, com um ganho academio fabuloso. Até mesmo porque terei a oportunidade de trazer para os alunos o que eu vivenciar lá fora, que é totalmente diferente da experiência adquirida nos livros”. Orgulhosa com a escolha da dupla, a diretora da Etec Gustavo Teixeira, Sandra Voltani Queiroz, disse que o mérito do resultado é fruto da perseverança e dedicação de ambos. “A oportunidade foi dado e eles conseguiram conquistá-la. Hoje nós temos 360 alunos e 30 professores, que também terão a mesma chance, só precisam se dedicar”, frisou a diretora. Matéria e fotos: A Tribuna de São Pedro
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.