Ideb das escolas municipais de São Pedro cresceu 85% desde 2007

Índice refere-se aos resultados apurados dos anos finais; dados foram divulgados esta semana

O Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) divulgado esta semana pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão federal vinculado ao MEC (Ministério da Educação), mostra evolução das escolas municipais de São Pedro na avaliação que mede o aprendizado de Língua Portuguesa e Matemática feita a cada dois anos e compreende um cálculo que leva em consideração a nota de aprendizado e o fluxo escolar.

Desde o índice registrado em 2005 (4.3), houve um crescimento de 44,18% nos resultados dos anos iniciais, e no caso dos finais, desde 2007 quando começou a ser medido, houve evolução de 2,7 para 5,0 em 2017, o que configura um crescimento de 85%.

A rede municipal de ensino de São Pedro participa da Prova Brasil desde 2005 (5º ano) e desde 2007 (9º ano). Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, o Ideb da rede em 2017 obteve índice de 6.2, acima da média Brasil, de 5.8, e também acima da média das redes municipais do Brasil, que é de 5.6. Já no caso do Ensino Fundamental – anos finais, o Ideb foi de 5.0 em São Pedro, também acima da média Brasil, que foi de 4.7, e da média das redes municipais, que foi de 4.3.

“A intensa capacitação oferecida especialmente aos professores desde 2014, o acompanhamento mais expressivo da coordenação geral em relação ao aprendizado, a implantação do Mais Educação, que é a escola em tempo integral e maior conscientização dos pais no acompanhamento do desenvolvimento dos filhos ajudam a explicar essa evolução”, destaca a secretária municipal de Educação, Cleia Rivero.

A secretária destaca também que este ano, por conta de mudanças de critério do MEC, São Pedro passou a receber subsídios federais apenas para o programa Mais Educação na escola Guido Dante, mas, com recursos municipais, as atividades em outras nove escolas foram mantidas. “O apoio pedagógico desenvolvido nas atividades extra classe é muito importante e tem funcionado muito bem”, afirmou.

META – Os resultados obtidos pela rede municipal de ensino de São Pedro também ficaram acima da meta projetada, índice estabelecido pelo Inep para cada município. Nos anos iniciais, a meta para São Pedro em 2017 era de 5.9. Houve superação da meta em 0.3 pontos, índice este projetado para 2019, ou seja, a meta foi atingida dois anos antes do esperado. Para os anos finais, a meta era de 4.0 para 2017, 4.2 para 2019 e 4.5 em 2021, o que significa que o município atingiu a meta estabelecida pelo Inep quatro anos antes do esperado.

Entre os destaques nos anos iniciais estão as escolas Gustavo Teixeira (7.4), Maria de Fátima do Amaral (6.9), e empatadas, Celso Silveira Mello (índice 6.2) e Ondina Mendes Parreira (índice 6.2). Já nos anos finais, destacam-se as escolas Gustavo Teixeira (6.2), Celso Silveira Mello (5.4) e Iracy Bertochi (5.3).

 
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.