Gestores e professores fizeram 662 horas de cursos de capacitação

Os programas de formação e capacitação realizados pela Secretaria Municipal de Educação de São Pedro entre 2014 e 2017 somam 662 horas de cursos realizados por todos os profissionais que atuam na rede municipal de ensino e oferecidos em horários de HTPCs (Hora de Trabalho Pedagógico Coletivo) e em cursos específicos como Musicalização na Educação Infantil, Práticas Pedagógicas, Manipulação e Cuidados Higiênicos com os Alimentos, A Educação na História de São Pedro, A arte de ser educador; Ambiente Escolar, cuidar e educar, Criança, o foco da atenção; metodologia do ensino de Geografia, História, Matemática Educação emocional, a arte de ser educador, nova ortografia e avaliação de informática.

Professores de creche, pré-escola, do ensino fundamental, agentes cuidadores e serviços gerais participam dos cursos de capacitação. Em 2017, foram realizadas também palestras com temas especiais comuns a todo o corpo de docentes e especialistas. Um dos destaques foi a Semana da Inclusão, que contou com especialistas da Universidade Federal de São Carlos. “Foram três dias de atividades, cujos temas foram esclarecedores para nosso trabalho com as crianças que apresentam algum tipo de deficiência de aprendizagem ou Transtorno Emocional/Intelectual”, comenta a secretária municipal de Educação, Cleia Rivero.

A secretária destaca também que todos os professores tiveram a oportunidade de ter atualização/capacitação em todas as áreas do conhecimento. “Alguns dos palestrantes foram professores especialistas de São Pedro, alguns deles já aposentados, que vieram como colaboradores somar com seus sólidos conhecimentos”, afirmou.

Os gestores, professores e demais agentes educacionais da rede municipal de ensino participam dos cursos oferecidos na Secretaria de Educação e em outros municípios. “A produção do conhecimento é hoje e tende a ser cada vez mais, a base do desenvolvimento científico e tecnológico. A elevação do nível de conhecimento dos docentes se faz imprescindível e fundamental para a aquisição qualitativa da educação em nosso município”, avalia a secretária de Educação.

Com foco nesta visão, a capacitação em serviço passou a ter um importante significado para a rede de ensino de São Pedro, no sentido de aperfeiçoar e atualizar cada vez mais sua fundamentação teórica e prática, a fim de melhor conduzir os alunos para a construção de um sólido conhecimento tanto nas aulas de ensino regular, como com atividades específicas para alunos com necessidades educativas especiais.

As ações, destaca também a secretária, estão alinhadas com as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação, criado pela Lei nº3.448/2015 que estabelece ações para os próximos dez anos com base no Plano Nacional de Educação.

CONHECIMENTO DIVIDIDO – Claudia Briense Pollo, professora do 5º ano da Emeb Abdala Rahal Farhat Neto, completou 25 anos de magistério em fevereiro e acha muito importante participar das capacitações.  “Permite troca de experiências importantes, principalmente para quem está começando”, aponta. A professora destaca também o acesso ao conhecimento. “Sempre tem algo que aprendemos e isso é muito bom”.

Maria Elisa Paulucci Ricardo, professora do pré da Emeb Juciê  Roberto Siqueira  há 3 anos na rede municipal de São Pedro,  também não perde a oportunidade de frequentar as atividades de capacitação. “Além de aprender sobre temas relacionados à prática em sala de aula, também aprendemos para nosso próprio conhecimento, como por exemplo, o curso sobre a história de São Pedro”, destaca. A professora citou  o curso de Musicalização na Educação Infantil como um de seus preferidos. “Foi muito bom”, destacando ainda a oportunidade de troca de experiências e o crescimento profissional.

PRÁTICA - Uma pequena mostra das atividades realizadas pelos alunos, em parte como resultados das capacitações, são os diversos projetos realizados  pelas 20 unidades escolares do município, número que inclui o Nape (Núcleo de Apoio Pedagógico) São Dimas.

Este ano foi realizada também a Segunda Conferência Municipal de Educação, com a finalidade de avaliar o cumprimento das Metas Municipais ao término dos dois primeiros anos do Plano Municipal de Educação.

PESQUISA – Pesquisa realizada pelo Instituto Ayrton Senna e o Boston Consulting Group diagnosticou que capacitar os professores é a opção mais viável para melhorar o desempenho dos alunos. O estudo ‘Formação Continuada de Professores no Brasil', indica que estudantes expostos a bons professores aprendem de 47% a 70% a mais do que aprenderiam em média em um ano escolar.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.