Exames de pacientes de São Pedro são negativos para H1N1

A Vigilância Epidemiológica de São Pedro recebeu esta semana do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, os resultados de exames de dois pacientes que morreram com características similares às provocadas pela H1N1. Os resultados foram negativos para a doença.

A Secretaria de Saúde pede para que todos adotem medidas de prevenção para evitar a doença, como higienizar as mãos com frequência, retirando-se os acessórios como anéis, pulseiras e relógios; usar lenço descartável para higiene nasal, cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir; evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; evitar locais com aglomeração de pessoas.

Alimentação balanceada, rica em vitamina C, fortalece o organismo e ajuda a criar mais resistência contra qualquer doença, porém isso por si só não garante prevenção contra a influenza A (H1N1), mas ajuda o organismo a responder à infecção.

A campanha de vacinação que começa neste sábado dia 30, vai imunizar grupos considerados prioritários. Na primeira etapa, vão ser  vacinados crianças de seis meses de idade até cinco anos incompletos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.