ETE Samambaia recebe decantadores e outros equipamentos

Os decantadores que serão instalados na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Samambaia chegaram nesta terça-feira ao local da obra. A Penascal Engenharia e Construção Ltda., empresa responsável pela construção da ETE, planeja acabar toda a parte estrutural da obra até o próximo dia 5 de maio. Após este prazo, a obra entra na fase de acabamento.

A entrega dos materiais foi acompanhada pelo vice-prefeito e diretor-presidente do Saaesp (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro), Thiago Silva  e pelo secretário de Obras, Caio Piedade.

A implantação do Sistema de Afastamento, linha de recalque e Estação Elevatória de Esgoto Santa Mônica e da primeira etapa da Estação de Tratamento de Esgoto Samambaia recebeu investimento de R$ 8,9 milhões, originários do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos.

A construção da ETE representa um grande ganho ambiental para São Pedro, além de atender a um acordo estabelecido entre o município e o Ministério Público. Para o prefeito Helinho Zanatta, a obra é também sinônimo de desenvolvimento. “Foram vencidas muitas etapas para que o esgoto do município, que é uma estância turística, receba tratamento adequado. A partir da implantação da ETE, São Pedro vai poder receber novos empreendimentos, tanto no ramo imobiliário como em outras áreas, o que significa geração de emprego e novas oportunidades”, disse.

A obra marca mais uma etapa de uma longa trajetória iniciada há alguns anos, com muitas cobranças do Ministério Público para o tratamento de esgoto no município.  Nenhuma administração anterior conseguiu fechar a proposta com a Promotoria, fato celebrado em dezembro de 2015 com a assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre o município e o MP.

TÉCNICA – O consultor técnico do Saaesp, José Augusto de Barros Seydell explica que o processo de tratamento da ETE é dos mais modernos, abrangendo a medição de vazões, tratamento preliminar (sujeiras grossas), tratamento secundário, com a concepção integrada de reatores aeróbios e anaeróbios, queima de gás, desinfecção e tratamento do lodo gerado.

Quando a ETE estiver em funcionamento, o esgoto de toda a região do centro urbano do município vai ser tratado. A população atendida é estimada em 22 mil habitantes.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.