Especialistas apostam em valorização do turismo regional

A Secretaria Municipal de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer e o Comtur (Conselho Municipal de Turismo) realizaram em junho uma série de lives informativas com a participação de profissionais conceituados na área de turismo. Laura Santi, Caroline Deltorto, Marta Poggi e Ludmilla Fonseca falaram sobre o novo perfil do turista, protocolos de segurança e higiene, marketing digital para o turismo e alimentação pós-covid, com orientações de reestruturação do cardápio.

Entre as importantes orientações e análises das convidadas para a iniciativa que faz parte do Plano Turístico para retomada Pós-Pandemia elaborada pela secretaria e pelo Comtur (Conselho Municipal de Turismo), destacam-se a importância dos estabelecimentos do trade turístico como hotéis, pousadas, restaurantes e atrativos, prepararem-se para uma nova realidade do setor, com adaptações, adoção de protocolos de segurança e higiene, valorização de ações locais e comunicação com o consumidor.        

“Ninguém sabe exatamente o que vai acontecer, mas tudo indica que pelo menos no início da reabertura, a tendência é que as pessoas procurem destinos próximos, para onde possam ir de carro. Os destinos de natureza também devem ter a preferência do público, pelo fato de não causarem aglomerações”, disse Laura Santi, sócia da Usina do Conhecimento e organizadora do Caminho para o Interior.

Expectativa semelhante tem Marta Poggi, especialista em tendências, inovação e marketing digital para turismo. “As primeiras viagens devem ser regionais, com destinos próximos de casa. As pessoas vão buscar o turismo rural, de natureza, bem estar”, prevê. Para Marta, os responsáveis pelos estabelecimentos devem pensar em maneiras de sensibilizar, despertar emoções e memórias efetivas nos turistas.

Marta falou também da valorização da cultura local e da importância da comunicação das empresas com seus clientes. “Muitas empresas pararam de comunicar e isso é um erro. Hoje está todo mundo conectado e o risco de não se comunicar é cair no esquecimento”, afirmou, recomendando a criação de conteúdos relacionados ao estabelecimento.

Os protocolos de segurança e higiene foram abordados por Caroline Deltorto, consultora em Implementação Turística e Treinamento Hoteleira, além de docente do Senac. “É um momento de muito estudo e aprendizado”, disse , recomendando que medidas e processos de higienização precisam ser tratados de forma profissional e seguindo todas as orientações das autoridades de saúde. “É preciso usar a substância correta, na diluição correta, com o equipamento correto para garantir a saúde de todos”, afirmou.

Para Ludmilla Fonseca, docente no Centro Universitário Senac, Unimep e Isca na área de gastronomia, as mudanças necessárias para os restaurantes incluem alterações no cardápio, na estrutura dos estabelecimentos, na forma de servir e nos protocolos. “É preciso se adaptar, mas sem mudar muito as características principais do estabelecimento”, disse. Entre as recomendações da especialista estão compras coletivas visando reduzir custos, contato constante com o cliente, elaboração de um manual de boas práticas e seguir à risca os protocolos de saúde e higiene.

A titular da pasta, Clarissa Quiararia, fez avaliação positiva dos eventos. “Foram muito importantes essas dicas e informações repassadas pelas especialistas. Notamos a participação de proprietários de estabelecimentos e o objetivo proposto no Plano Turístico para retomada foi atingido. Agradeço muito a participação das convidadas e também do Comtur. Foi uma iniciativa que teve apoio do prefeito Helinho Zanatta e do vice Thiago Silva e foi muito bem sucedida”, disse.

As íntegras das lives podem ser acessadas no Instagram da secretaria (@setursaopedro) ou no canal do Youtube da pasta.

Publicado em: 06/07/2020 15:35

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.