Escola Iracy Bertochi desenvolve projeto especial para a Copa

alunosiracy alunairacybertochi

 

 

Os alunos da Emeb (Escola Municipal de Educação  Básica) Iracy Bertochi, no Alto da Serra, têm uma motivação especial para a Copa do Mundo. Desde 4 de março, quando faltavam 100 dias para o início dos jogos, eles desenvolvem um projeto especial que envolve os 155 alunos da unidade da rede municipal de ensino em atividades multidisciplinares. Os estudantes fizeram pesquisas sobre os 32 países que participam da competição, criaram cartazes, atividades de educação artística, além de aprenderem coreografias e músicas relacionadas à Copa que serão apresentadas em atividade marcada para a próxima segunda-feira, dia 9.

A diretora da escola Rosemar Lopes Ribeiro explica que as atividades foram criadas com o objetivo de conhecer várias etnias e culturas, valorizar e respeitar as diferenças entre as culturas e estimular o trabalho em grupo e a participação ativa dos alunos. “As atividades estimularam também a pesquisa sobre o patrono da escola, Iracy Bertochi, que tinha o apelido de Zico e gostava muito de futebol”, contou. Foi o patrono que inspirou a criação do mascote da escola, batizado de Zico e criado com a forma do jaracatiá, fruto característico do bairro da zona rural que virou símbolo de São Pedro e também já inspirou projetos especiais da escola que resultaram na criação de receitas com a fruta - chamada de mamão bravo - pelas crianças.

“As atividades resgatam a cultura de fora e de dentro”, informa a diretora. Os cartazes com informações sobre os países, as atividades desenvolvidas, os mascotes e uma contagem regressiva formam um grande painel no pátio da escola. “Eles sempre acompanham e estão empolgados com as atividades”, relata Rosemar.

Os alunos trabalharam temas como bandeira, língua, mascote, cultura e curiosidades sobre os países participantes. Em um grande mapa-múndi instalado no painel, os alunos também localizaram os países que disputam a taça do mundo. Outro dado levantado é o custo dos estádios construídos no Brasil, país sede do torneio, e a localização de cada arena. As atividades estão relacionadas à faixa etária dos alunos. Os estudantes do 2º ano, por exemplo, fizeram todo o abecedário com palavras relacionadas ao futebol e ao campeonato.  As pesquisas dos alunos incluiu também o resgate de algumas fotos antigas, como a que mostra o jogador Garrincha no Estádio São Pedrão, ao lado de moradores da cidade. 

EXPECTATIVA – Os alunos do 2º ano A da escola estão empolgados com as atividades do projeto. Com letra e coreografia da música escolhida para a apresentação bem ensaiadas, eles contaram do que mais gostaram de fazer. João Victor Damiano Cid, 7, gostou de saber sobre as curiosidades e as bandeiras dos países pesquisados pela sua sala, Brasil, Equador e Uruguai. Kauã Araújo, 9, gostou da bandeira do Brasil e da dança. Já Lucas Silveira, 7, citou a decoração da escola como um dos fatos que chamou sua atenção nas atividades. Ana Flávia Carça, 7, gostou de saber sobre a história do patrono da escola e Kauã de Oliveira, 7, contou que todo mundo ajudou a pintar as bandeiras dos países e gostou de saber das informações destacadas sobre os países pelo professor Ivan Teixeira.

 

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.