Equipes da Prefeitura de São Pedro auxiliam no combate a fogo na serra

Equipes da Prefeitura de São Pedro e do Corpo de Bombeiros atuam desde sábado no combate a um incêndio que atinge a serra de São Pedro, nas proximidades do Parque do Voo Livre Celso Gonçalves da Fonseca. São duas frentes: uma, formada por brigadistas, integrantes da Defesa Civil e funcionários da Prefeitura, está no alto da serra e outra, formada por integrantes do Corpo de Bombeiros, está no bairro Capim Fino, no pé da serra. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, foi acionado para auxiliar no combate ao fogo.

No alto da serra, só até às 14h desta segunda-feira, foram utilizados 60 mil litros de água em cinco viagens do caminhão pipa da Prefeitura de São Pedro. O Águia atuou aproximadamente duas horas e realizou 25 lançamentos de água.  Segundo o Tenente Rafael, que estava no helicóptero com o Major Gaspar, a capacidade da caçamba, chamada Bambi Bucket, é de 540 litros.

O Águia é requisitado em incêndios com focos em locais de difícil acesso e íngremes, como é o caso do fogo que atinge a encosta da serra de São Pedro. O Tenente Maycon, que veio de Piracicaba para acompanhar a operação, disse, por volta das 15h30, que o incêndio estava parcialmente controlado. A área estimada atingida pelo fogo é de 20 mil metros quadrados. A primeira análise também indica que a vegetação rasteira é a área mais atingida e a copa das árvores está, aparentemente, preservada.

O Sargento Ricardo Migatta, comandante da base do Corpo de Bombeiros de São Pedro, disse que as duas frentes de combate são importante aliado no combate ao fogo, que tem origem desconhecida. Ele também informou que os primeiros chamados aos bombeiros foram registrados na sexta-feira.

Além dos funcionários e do caminhão-pipa, a Prefeitura auxilia com outros equipamentos no combate ao fogo, como mangueira e abafadores.

ALERTA - Todos os que atuam no combate às chamas são unânimes em alertar que por conta do tempo seco, o fogo se espalha com muita facilidade e por isso todos devem ficar muito atentos para evitar qualquer foco, como fogo em folhas, mato, fogueira ou similares.

 As queimadas geram prejuízos para a saúde de pessoas e de animais. O fogo em mato, lixo, pneu ou qualquer outro tipo de detrito ou objetos causa transtornos e pode causar sérios problemas de saúde. Há também o perigo da queima tornar-se incontrolável e oferecer riscos como destruição de patrimônio e corte de energia, caso atinja os fios de alta tensão.

A legislação municipal prevê a proibição, sob qualquer forma, da realização de queimada nas vias públicas e no interior de imóveis, públicos ou particulares, localizados na zona urbana do Município de São Pedro.

Para os fins da lei, entende-se por queimada a queima de mato ou vegetação, seca ou verde, para fins de limpeza de terrenos em aberto ou de áreas livres localizadas em imóveis edificados; a queima ao ar livre, como forma de descarte, de papel, papelão, madeiras, mobílias, galhos, folhas, lixo, entulhos e outros resíduos sólidos assemelhados; a queima ao ar livre, como forma de descarte de pneus, borrachas, plásticos, resíduos industriais ou outros materiais combustíveis assemelhados, sólidos ou líquidos.  Também é proibida a queimada em terrenos marginais de rodovias, de rios, de lagos ou de matas de quaisquer espécies.

A punição prevista é multa de 20 Ufesps a 50 Ufesps (R$ 530,60 a R$ 1.326,50), valor que pode ser aplicado em dobro se as infrações forem cometidas no horário compreendido entre as 18h de um dia e as 6h do dia seguinte, bem como as cometidas aos sábados, domingos e feriados

Desde o início do ano, a Prefeitura de São Pedro realiza a Operação Corta Fogo com o objetivo de evitar as queimadas. Desde então foram aplicadas 31 multas.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.