Equipe da Coordenadoria de Meio Ambiente faz visita técnica a viveiro de plantas

Fábrica de árvores fica em Bragança Paulista (SP) e utiliza tecnologia inovadora na produção de mudas

Integrantes da Coordenadoria de Meio Ambiente realizaram nesta semana visita técnica ao viveiro de plantas Fa?brica de A?rvores, em Bragança Paulista (SP), considerado um dos mais modernos do Brasil. Eles foram ao local para conhecer a tecnologia e os processos de produção de plantas, principalmente nativas, com a intenção de verificar quais estratégias podem ser implantadas no viveiro de mudas a ser construído em São Pedro.

A equipe da Coordenadoria de Meio Ambiente que visitou o viveiro foi formada pelo coordenador municipal de Meio Ambiente, Rogério Bosqueiro, e os colaboradores técnicos Paula Souza (divisão de planejamento e articulação socioambiental), Julia Maria Siqueira (divisão de arborização urbana e recursos florestais) e Paulo Cesar Marchese (divisão de fiscalização ambiental). Eles foram recebidos pelo biólogo Adriano Peres Ribeiro e conheceram toda a estrutura da Fa?brica de A?rvores, que tem a maior diversidade de espécies nativas e o maior estoque de árvores de grande porte no país.

A comitiva de São Pedro conheceu o Sistema RootMaker, tecnologia que propicia a formação de mudas com raízes não circundantes e ramificadas, possibilitando o aumento do vigor e da taxa de sobrevivência  no campo.

“Queremos conhecer viveiros que utilizam tecnologias inovadoras e investem com qualidade e eficiência na produção de árvores para arborização urbana e restauração florestal, que também são nossas frentes de trabalho. Estamos aprendendo com quem é referência, porque nosso propósito é construir um viveiro de mudas modelo, com o que há de melhor na área”, comentou Bosqueiro.

Publicado em: 07/04/2022 11:56

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.