Dorothea, Nova São Pedro II e Centro têm pontos de vacinação contra raiva neste sábado

vacinacaoraiva1 As Emebs Professor Juciê Roberto Siqueira, no Dorothea, Professora Ondina Mendes Parreira, no Nova São Pedro II e o Coreto da Praça Gustavo Teixeira, no Centro, são os locais em que acontece a vacinação antirrábica no próximo sábado, dia 29 de novembro. As equipes estarão nos locais das 8h às 17h para imunizar cães e gatos contra a raiva. Até gora, de acordo com balanço do Controle de Endemias, responsável pela vacinação, foram imunizados 4.321 animais, sendo 3.912 cães e 409 gatos.   Na Zona Rural foram vacinados 1.276 cães e 149 gatos e na Zona Urbana, 2.636 cães e 260 gatos.   As equipes já percorreram os bairros rurais Graminha, Águas Claras, Vista Alegre, Vertentes, Chácaras Primaveras, Chácaras São Paulo, Limoeiro, Thermas, Chácaras Camargo I e II, Floresta Escura I e II, Prainha, Santa Rosa, Nova Aurora, Giocondo, Santana, Serra Verde e Chácaras ABC.   Desde o início desta semana receberam a vacina animais dos bairros Tanquan, Usina São Pedro, Capim Fino e Alto da Serra.   Este será o último sábado da campanha que tem a meta de imunizar 5.000 animais. Durante a semana, entre os dias 1º e 5 de dezembro, os animais podem ser levados para vacinação no espaço da Feira do Produtor, na praça Santa Cruz, das 9h às 16h.   Para receber a dose gratuita que garante a proteção aos animais, a recomendação é que os proprietários levem os cães presos em guias e os gatos em caixas de transporte, gaiolas ou fronhas. Em São Pedro, foram registrados em 2014 sete casos de raiva em herbívoros (6 bovinos e 1 ovino) na Zona Rural, transmitidos por morcegos. PREVENÇÃO - A raiva é uma doença fatal infecciosa que pode ser transmitida aos seres humanos por animais suscetíveis ao vírus. A vacina é a única opção para prevenir a doença. A contaminação acontece quando a pessoa é mordida ou tem contato com a saliva de cães e gatos doentes. Pessoas mordidas, arranhadas ou feridas devem lavar bem o local com água e sabão e procurar o atendimento médico. Além disso, o animal deve ser observado por 10 dias em local isolado. No caso de qualquer mudança de comportamento, as autoridades de saúde deverão ser informadas.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.