Dia D de Combate à dengue terá distribuição de panfletos

  denguecampanhaDiaD O Dia D de Combate à dengue e à chikungunya acontece neste sábado, dia 7, em todo o país.  Em São Pedro, haverá distribuição de panfletos informativos no portal principal de entrada da cidade e nas proximidades da praça Santa Cruz. Apesar da queda de 59% nos casos de dengue e 40% nas mortes provocadas pela doença no Brasil no ano passado, o Ministério da Saúde pede à população que reforce as medidas de prevenção. Em São Pedro, não foi confirmado nenhum caso de dengue em janeiro, mas as medidas de prevenção e orientação continuam sendo realizadas pela equipe da Vigilância Epidemiológica. Qualquer recipiente que acumule água parada pode ser um criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya. Estar sempre alerta para eliminar possíveis focos dos mosquitos é importante para que os números de casos e mortes continuem caindo no país. Para evitar a transmissão dos vírus da dengue e chikungunya é fundamental que a população verifique se a caixa d' água está bem fechada, não acumule vasilhames no quintal, não deixe calhas entupidas e coloque areia nos pratos dos vasos de plantas, entre outras iniciativas. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 80% dos focos dos mosquitos estão nas residências e por isso a mobilização da população tem um papel fundamental. Levantamento feito pelos técnicos da pasta indica que em apenas 15 minutos semanais as famílias podem fazer o inspeção dentro de casa e destruir os focos dos mosquitos. SINTOMAS - No corpo humano, os sinais da dengue só começam a surgir após o período de incubação, que pode durar de 3 a 15 dias. Os principais sintomas da doença e também da chikungunya são febre, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e manchas pelo corpo. Já na forma hemorrágica, a dengue, além dos sintomas citados, pode causar sangramentos, e em alguns casos, choque e morte. Em caso de suspeita de dengue, o serviço de saúde mais próximo deve ser procurado imediatamente. Vale ressaltar que não existe transmissão por meio de contato direto de um doente com uma pessoa sadia. O vírus também não é transmitido pela água ou alimentos. Ao ser diagnosticado, além da medicação prescrita pelo médico o paciente passa por um processo de reidratação. O tratamento é de suporte, ou seja, alívio de sintomas, reposição de líquidos e manutenção sanguínea.    
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.