Desde janeiro, 2.721 exames de mamografia foram realizados na Santa Casa de São Pedro

No Outubro Rosa, exames estão sendo realizados com horário estendido; 566 atendimentos no tratamento de câncer de mama foram realizados entre janeiro de 2013 até julho deste ano em São Pedro

A Santa Casa de São Pedro – Hospital São Lucas – já realizou, de janeiro até final de setembro deste ano, 2.721 exames de mamografia. O tema ganha relevância neste período por conta da campanha do Outubro Rosa, mas esta questão de saúde - o  câncer de mama – sempre esteve no foco na administração Helinho Zanatta. Desde o início desta gestão, em 2013, até julho deste ano, foram prestados 566 atendimentos oncológicos entre radioterapia, quimioterapia e tratamento hospitalar para tratamento de câncer de mama, diagnosticados ou encaminhados pela Prefeitura de São Pedro por meio da Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social.

Com as ações da campanha do Outubro Rosa na prevenção do câncer de mama, os horários de atendimentos foram estendidos. Mulheres de 50 a 69 anos devem agendar a mamografia pelas unidades básicas de saúde de São Pedro.

Isabel Cristina Catão Carvalho, de 59 anos, fez o exame e está muito satisfeita com o que vem sendo realizado na saúde do município. “Tenho que parabenizar o prefeito e sua equipe. Ações como esta, com qualidade dos equipamentos e o atendimento, nos deixam muito mais seguras. Sou de São Paulo e vejo que a saúde de São Pedro está em ascensão. Para esta campanha, digo para outras mulheres que venham fazer o exame.  A prevenção é muito importante e os profissionais que estão realizando são excelentes”, destacou.

O equipamento, adquirido em dezembro de 2018 seguindo o planejamento estratégico da gestão do prefeito Helinho Zanatta, teve investimento de R$ 155 mil. “Este é um equipamento de última geração. Além de precisão nos resultados, o paciente agora tem o conforto de fazer o exame na cidade, sem precisar se deslocar”, disse Leandro Carneiro, coordenador Geral de Saúde.

Carolina Figueiredo Campos, gerente da Atenção Básica, ressaltou que todas as unidades vão promover atividades voltadas ao tema da prevenção e conscientização e que as mulheres devem procurar as unidades de saúde de referência para receber informações e participar das ações, que não incluem somente a mamografia, mas também, o papanicolau, exame preventivo de câncer de colo de útero.

PREVENÇÃO - O Inca (Instituto Nacional do Câncer) reforça na campanha do Outubro Rosa a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama. Embora outubro concentre a maior parte das ações, o Instituto e o Ministério da Saúde recomendam que as atividades sejam continuadas ao longo do ano e que as mulheres estejam atentas aos sinais e sintomas do câncer de mama todos os meses. 

A campanha do Inca e do Ministério da Saúde reforça três pilares estratégicos no controle da doença: prevenção primária (como reduzir o risco de câncer de mama), diagnóstico precoce (divulgar sinais e sintomas da doença e incentivar a mulher a observar o próprio corpo) e mamografia (para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento [exame de rotina], a cada dois anos). 

 

 

 

 

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.