DENGUE: Saúde pede apoio da população

imagemG_3562_2671 A falta de conscientização e colaboração de algumas pessoas tem dificultado o trabalho da Secretaria Municipal de Saúde e Desenvolvimento Social de São Pedro em relação ao combate à dengue. Além do excesso de lixo e até descarte irregular de pneus em locais inapropriados, agentes da Vigilância Sanitária encontram barreiras para entrar nas residências. Atualmente, São Pedro conta com 88 casos positivos da doença, 16 negativos e mais 37 pessoas aguardam pelo resultado. Mesmo trabalhando com diversas formas para alertar a população, como carro de som, faixas, cartazes, distribuição de folhetos e até atividades nas escolas, o veterinário responsável pelo departamento de Vetores, Matheus de Melo Murbach, disse que muitos moradores se negam a abrir as portas para que os agentes apliquem o inseticida nos quintais e residências. “As desculpas são inúmeras. Alguns dizem que estão ocupados e não podem nos dar atenção, outros alegam não ter condições de retirar os animais e esperar os trinta minutos na rua ou em outro local. E, muitos, simplesmente se recusam a abrir as portas para os agentes”. Outro fato que também prejudica o trabalho é justamente a falta de conscientização sobre o perigo da proliferação do mosquito transmissor da doença. No bairro Portal das Flores, por exemplo, uma borracharia, que já foi notificada pela Prefeitura, insiste em deixar os pneus velhos num terreno a céu aberto. “Como não podemos ficar esperando que o proprietário retire o material, fomos no local e aplicamos o inseticida em toda aquela área; até mesmo dentro da própria borracharia”, contou Murbach. Depois de receberem da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) três bombas para realizar a atomização, equipes da Vigilância se dividem para realizar os bloqueios em alguns pontos estratégicos, como borracharias, ferros-velhos, locais de reciclagem. Outro grupo passa nos bairros onde moram pessoas com o diagnóstico positivo da dengue. “Na semana passada, mesmo com algumas portas fechadas, fizemos grande parte do bairro Dorothea. Agora estamos finalizando o Mariluz e em seguida iniciamos no Horto Florestal”, informou o veterinário, que no Portal das Flores estava com os agentes Rodrigo Souza Pinto, Juliano de Oliveira e o motorista Anderson dos Santos.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.