DENGUE: Saúde confirma 13 casos positivos

imagemG_3515_2626 A Prefeitura de São Pedro, por meio da Secretaria de Saúde e Desenvolvimento Social, vai intensificar suas ações de combate à dengue em toda a cidade. No final da tarde dessa terça-feira, 26, a Vigilância Epidemiológica (VE) do município informou que dos 33 casos suspeitos registrados desde o último dia 29 de janeiro, 13 deram positivo. Os esforços serão redobrados, já que durante todo ano de 2012, a estância registrou 11 casos da doença. “Embora esse aumento já tenha sido previsto pela estatística nacional, não podemos nos acomodar. Vamos realizar os bloqueios ao redor das residências dos pacientes de casos positivos e também investir na divulgação”, declarou a secretaria de Saúde, Miriam de Souza Silva. Além de carro de som e publicidade nas mídias locais, 20 mil folhetos serão confeccionados. “As equipes de vetores irão passar de casa em casa levando orientações e buscando possíveis focos do mosquito transmissor”, ressaltou. CASOS. De acordo com a enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica de São Pedro, Gislene Nicolau dos Santos, dos 13 casos positivos da doença, 10 são mulheres e três são homens. A faixa etária é de 20 a 30 anos. “Dos 33 suspeitos, quatro deram negativo e 16 aguardam resultado dos exames”, informou Gislene, ao lembrar que em 2012, a VE registrou 29 casos suspeitos. “O fato de vivermos numa cidade turística acaba sendo um agravante. A partir das notificações, muitas vezes descobrimos que os casos vieram de outros municípios, como Piracicaba e até Santos”, disse a enfermeira. BLOQUEIO. A presença dos agentes de vetores será intensificada nos locais onde moram os pacientes de casos positivos e suspeitos. Os bloqueios serão feitos nos bairros Horto Florestal, São Dimas, São Tomé, Jardim São Pedro, Recanto das Águas, Mariluz, Dorothea e Nova São Pedro. “Além da orientação e vistoria de casa por casa, também aplicamos o larvicida onde existe a suspeita do foco”, informou Matheus Murbach, veterinário responsável pelo departamento de Vetores. De forma estratégica, pontos como borracharias, ferros velhos e floriculturas também recebem visitas a cada 15 dias. Vale lembrar que as medidas de combate ao transmissor da doença devem ser tomadas por toda população. É preciso evitar acúmulo de água parada em vasos de plantas, objetos velhos pelo quintal, em calhas ou caixas d’água sem manutenção.

Publicado em: 28/03/2013 16:36

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.