Criação de vagas e de central deixa lista de espera para creches próxima do zero

[caption id="attachment_14353" align="alignnone" width="1150"] Mayara e a filha Alice chegam à escola Leny Bontorim[/caption]  

A Central de Vagas criada para agilizar o atendimento a crianças da educação infantil – especialmente as com idade entre 4 meses e 3 anos e 11 meses  garantiu diminuição na fila de espera de crianças à espera de vagas nas unidades da rede municipal de ensino . A Central funciona na Secretaria de Educação e recebe mães que têm intenção de matricular os filhos. Elas são orientadas sobre os procedimentos necessários e quando há vaga disponível – característica observada na maioria dos casos, a matrícula é feita pouco tempo depois.

Foi o que aconteceu com Mayara Lorenzo de Souza, de 22 anos, mãe de Alice, de 7 meses. “Fui chamada para um trabalho e procurei a creche em busca de uma vaga para minha filha”, relata. Mayara achou que teria dificuldade, especialmente pela época do ano. “A diretora me orientou, fui à Secretaria de Educação e de uma maneira simples e rápida consegui a vaga”, conta.

Alice foi matriculada na Escola Municipal Leny Bomtorin, construída com recursos próprios do município, no bairro Bela São Pedro e que hoje tem 183 crianças matriculadas. “Somos uma creche-escola que atende crianças de 4 meses a 4 anos e 11 meses das 7h às 17h. Em um período do dia, as crianças, mesmo as menores, desenvolvem atividades pedagógicas e em outro, ações também voltadas ao desenvolvimento realizadas pelas monitoras, além da hora do sono e do banho”, conta a diretora da unidade, Karina Leme Gonçalves.

Durante o período que passam na escola, as crianças recebem café da manhã, colação – um lanche leve no período da manhã – almoço, lanche da tarde, jantar e um pãozinho na saída. Os cardápios são elaborados pela Cozinha Piloto e caso haja necessidade, por conta de alguma restrição alimentar da criança, são realizadas adaptações.

A Escola Prefeito João Baltieri, construída no bairro Recanto das Águas com recursos do Estado, também teve contribuição significativa para o aumento do número de vagas ofertado em creches: hoje estão matriculadas no local 105 crianças. Houve ainda ampliações nas unidades, como a realizada na Emeb  Antonio Silva Benevides, que ganhou seis salas de aula e 120 vagas.

Só as vagas em creche aumentaram 73,2% entre 2012, quando havia 460 disponíveis e 2017, com 797 vagas nesta faixa etária.

A ampliação das vagas teve como principal objetivo atender a demanda de uma área que antes apresentava significativo déficit de vagas. Além dos investimentos na estrutura física feitos pela administração Helinho Zanatta houve adoção de outras importantes medidas, como qualificação dos profissionais e em equipamentos e materiais específicos para esta faixa etária.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.