Coopamsp recebe recursos do Banco Mundial

imagemG_3672_2749 Na semana passada, representantes do Banco Mundial estiveram na serra de São Pedro para conhecer e fazer uma reportagem sobre o trabalho da Coopamsp - Cooperativa dos Produtores Agropecuários de São Pedro. Além de averiguar o andamento das licitações e projetos que envolvem as Secretarias de Agricultura e Abastecimento e do Meio Ambiente, profissionais foram a campo conferir a aplicação dos recursos disponibilizados para São Pedro com o Projeto Microbacias II. O prefeito Helinho Zanatta e o presidente da Coopamsp, José Lodovico Rinaldi foram entrevistados. “Esse apoio financeiro melhora tanto a condição da produção quanto do mercado. Quanto mais fortalecido o trabalho do pequeno produtor, mais renda terá a família. Isso traz um impacto financeiro para todo o município”, analisou Helinho Zanatta. De acordo com o diretor técnico da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Sérgio Rocha Lima Diehl, São Pedro foi contemplado com o Projeto Microbacias II, que deve modernizar e ampliar a indústria de laticínios e melhorar o sistema de distribuição dos produtos. Dentro do plano de negócios aprovado pelo projeto, foram solicitados uma caldeira de alta pressão, uma iogurteira com capacidade de dois mil litros com sistema de aquecimento e resfriamento, um pasteurizador com capacidade de três mil litros por hora e com possibilidade de ampliação para cinco mil litros e um tanque automático para produção de queijos de três mil litros. “O valor total do projeto é de R$ 483 mil, com reembolso de R$ 338 mil. Na segunda etapa devemos receber um caminhão refrigerado para transporte rodoviário e um veículo leve, também refrigerado, para distribuição do iogurte na merenda escolar”, declarou. Conforme a diretora administrativa da cooperativa, Milene Veroneze, dos 116 cooperados, 31 fazem parte do projeto. O leite pasteurizado é fornecido para merenda escolar e no comércio de Piracicaba e São Pedro. O iogurte é direcionado à merenda escolar das cidades de São Pedro, Piracicaba, Rio das Pedras, Brotas e Santa Bárbara D´Oeste. “Com os novos investimentos, modernização do espaço e a instalação do novo tanque a produção já aumentou em 20% . Além de ampliar o atendimento vamos introduzir outros produtos, como diversos tipos de queijo, aproveitando assim o excedente da produção”, declarou Milene. PROJETO. O Microbacias II é uma parceria entre o Governo do Estado de São Paulo e o Banco Mundial e envolve US$ 130 milhões, sendo US$ 52 milhões de contrapartida do Governo do Estado. Só podem apresentar projetos e pleitear incentivos, as organizações de produtores regularizadas, formadas a pelo menos um ano, compostas por no mínimo quinze membros ligados à mesma cadeia produtiva e com 50% de pequenos e médios produtores. O Projeto tem como objetivo promover o desenvolvimento rural sustentável e a competitividade agrícola no Estado, aumentando as oportunidades de emprego e renda para pequenos agricultores e suas famílias. A meta é apoiar os negócios dos agricultores organizados em associações ou cooperativas e conectá-los com o mercado consumidor.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.