Convênios garantem repasse de R$ 7,5 milhões para hospital e entidades

DSC_0884

O prefeito Helinho Zanatta assinou na tarde de segunda-feira, dia 11 de janeiro, os convênios que vão garantir repasse de R$ 7,5 milhões ao Hospital São Lucas e entidades assistenciais de São Pedro em 2016. As verbas, de origem federal, estadual e municipal, serão repassadas a Oscip PAIS (Programa de Auxílio e Integração Social), Casa da Criança Dirceu Vaz de Toledo,  Legião Mirim, Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e Casa dos Velhinhos.

Aos representantes das entidades reunidas no gabinete para a assinatura dos documentos, o prefeito salientou que os valores de 2015 foram mantidos este ano, apesar da queda na arrecadação de aproximadamente 10% . “E a tendência para este ano é arrecadar menos, mas procuramos atender as solicitações sociais,  cada vez mais abrangentes, com a gestão dos recursos e otimização de sua aplicação”, disse.

Carlos Alberto Marques, presidente da Casa dos Velhinhos, diz que o repasse de verbas ajuda a compor a receita da entidade que hoje atende 48 idosos, o mais velho com 105 anos. “Para conseguir dar conta de todas as despesas, realizamos eventos e buscamos outras fontes de recursos, como verbas já aprovadas para compra de veículos e uma máquina para lavanderia que ainda não chegaram”.

Valdir Campos, da Legião Mirim, conta que as verbas são aplicadas no atendimento de 30 adolescentes em dois períodos. Jovens de 12 a 17 anos participam de oficinas de informática, artesanato, música, teatro e pintura em tecido. As refeições oferecidas aos atendidos são fornecidas pela Prefeitura de São Pedro.

José Aparecido Leonel, do PAIS, entidade que atende  hoje 9 crianças , mas ao longo de 2015 chegou a atender 27, diz que o repasse é fundamental para a manutenção das atividades desenvolvidas com crianças encaminhadas para o local por decisão da Justiça. “Temos cuidadoras, psicóloga, assistente social e uma coordenadora”, conta, ao falar sobre a estrutura da entidade. A principal meta do Programa, além de cuidar das crianças vítimas de maus tratos, é tentar restabelecer o vínculo delas com a família.

Vania Golineli, da Apae, entidade responsável pelo atendimento de 142 pessoas entre zero e 65 anos, conta que os repasses ajudam  de maneira significativa a manter a estrutura que oferece cursos profissionalizantes e semiprofissionalizantes, além de oficinas e atendimento ambulatorial com neuropediatra, psicóloga, fisioterapia e fonoaudiologia.

SAÚDE- Nilton Marchezi, presidente da diretoria do Hospital São Lucas e a secretária de Saúde e Desenvolvimento Social,  Miriam de Souza Silva, também participaram  da assinatura. Os recursos repassados para o hospital são usados para a manutenção da assistência básica e para serviços de urgência e emergência, além de outros serviços de saúde realizados no hospital.

DSC_0887

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.