Contra o desperdício de água, procissão será modificada

Paróquia São Pedro organiza procissão

Paróquia São Pedro organiza procissão


A procissão de Corpus Christi, uma das mais tradicionais do catolicismo, vai ser “ambientalmente correta” este ano em São Pedro. O pó de serra usado para formar tapetes por onde andam os participantes da procissão com símbolos que representam o Corpo de Cristo será substituído por TNT, material similar a um tecido. “Tanto para o processo de tingimento do pó de serra como para a limpeza das ruas é necessário usar um volume grande de água e por conta da escassez e da responsabilidade ambiental, fizemos a proposta de mudar o material utilizado”, conta a secretária de  Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Clarissa Quiararia.

As procissões acontecem no próximo dia 19, dia de Corpus Christi, quando os católicos celebram a eucaristia, o sacramento do corpo e sangue de Jesus. Instituída pelo papa Urbano IV no dia 8 de setembro de 1264, a festa de Corpus Christi é uma das mais tradicionais da Igreja Católica.

O monsenhor José Boteon, da paróquia São Pedro, conta que a procissão de Corpus Christi acontece desde a criação da paróquia, que este ano completou 150 anos. “Nós vamos enfeitar um trecho em frente à igreja e convidamos as pessoas a enfeitarem as fachadas de casas e lojas por onde a procissão vai passar, assim como acontecia há muito tempo”, informou. Na paróquia São Pedro, a procissão acontece após a missa das 17h. “É uma ação muito bonita e interessante”, afirmou o pároco.

“Essa mudança é para melhor”, afirma o padre Antonio Carlos Ferreira do Prado, da igreja São José, que também organiza a procissão. Nesta paróquia, um trecho de aproximadamente 500 metros vai ser enfeitado. “Com a serragem é preciso começar a trabalhar bem antes e desta maneira vai agilizar o trabalho da comunidade”, disse o padre. Na igreja São José a procissão vai acontecer após a missa das 15h.

Como este ano o feriado de Corpus Christi será quinta-feira, a previsão da secretária de Cultura é que a cidade ganhe movimento extra de turistas, atraídos também pela realização das procissões.

ORIGEM – A tradição de enfeitar as ruas para o Corpus Christi começou pela cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais e vem perdendo espaço especialmente nas cidades maiores.

A procissão de Corpus Christi lembra a caminhada do povo de Deus, peregrino, em busca da Terra Prometida. O Antigo Testamento diz que o povo peregrino foi alimentado com maná, no deserto. Com a instituição da eucaristia o povo é alimentado com o próprio corpo de Cristo.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.