Catacacareco terá ação neste sábado, dia 30

Jardim Cássio Paschoal Padovani, Jardim São Pedro, Recanto das Águas, Santa Mônica, São Judas, Vila Pindanga e Vila Baltieri são os bairros atendidos

O programa Catacacareco estará neste sábado, dia 30, nos bairros Jardim Cássio Paschoal Padovani, Jardim São Pedro, Recanto das Águas, Santa Mônica, São Judas, Vila Pindanga e Vila Baltieri.

A ação recolhe os chamados bens inservíveis como sofás e móveis antigos, geladeiras e outros itens que não podem ser descartados no lixo comum ou na coleta seletiva.

O cronograma foi divido em 5 sábados no primeiro semestre e mais 5 no segundo semestre. Os organizadores pedem a colaboração da população para deixar o material que precisa ser recolhido na calçada e lembram que não podem ser descartados itens como resto de construção civil, lixo orgânico e material que pode ser encaminhado para a coleta seletiva, como plástico, alumínio, vidro e metal.

Além da coleta pelo Catacacareco, o Ecoponto, localizado no bairro São Dimas, pode receber até 1 metro cúbico por pessoa no mês sem nenhum custo, diretamente no local.

O programa envolve as secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social, Obras e Educação e tem um importante papel no combate à dengue, já que muitos destes objetos acumulados nas casas podem transformar-se em criadouros. A ação integra o Plano de Educação Ambiental, que tem a implantação da coleta seletiva de lixo na cidade entre suas medidas efetivas.

CRONOGRAMA – Além dos bairros atendidos no dia 30 de março, terá coleta no dia 27 de abril nos bairros Cidade Jardim, Dorothea, Jardim Bela Vista, Jardim Itália, Jardim Navarro, Mariluz I, II e III, Nova Estância, Novo Horizonte e Vila Rica.

Em maio, no dia 25, os bairros atendidos são Bela São Pedro, Colinas de São Pedro, Mirante, Nova São Pedro I e II, Theodoro de Souza Barros, Vila Estela e Vila Helena.

ALERTA  – Evitar o acúmulo de entulho, pilhas de tijolos, madeiras e não deixar lixo descoberto também são importantes medidas para evitar o aparecimento de escorpiões. Também é preciso cuidar do jardim, aparando a grama, evitando trepadeiras e folhagens muito densas junto às casas.

As recomendações do Controle de Endemias incluem ainda vedar as soleiras das portas e fechar as janelas, se possível com tela, antes do anoitecer; sacudir as roupas e calçados antes de usá-los e andar calçado e usar luvas de raspa de couro para trabalhar com jardinagem, remoção de entulhos e madeiras.

Em caso de acidente com escorpião, a vítima deve lavar o local com água e sabão e procurar atendimento médico o mais rápido possível, não utilizar métodos caseiros para controle da dor e contenção do veneno. A toxicidade do veneno pode variar de pessoa para pessoa e o tratamento é individual. Nem todos pacientes necessitam de soro (antídoto)

O Controle de Endemias trabalha no controle de escorpiões realizando vistoria nos imóveis (quando solicitado pela população), orientação sobre prevenção de acidentes e captura de escorpiões em áreas com infestação.

É importante que todos que encontrarem escorpiões notifiquem este aparecimento ao Controle de Endemias, assim é possível monitorar os locais de infestação e realizar o controle por meio de capturas.

Segundo os técnicos do setor, o controle químico no ambiente é contraindicado por causar o desalojamento dos escorpiões para locais não expostos à ação desses produtos, aumentando o risco de acidentes. Além disso, cria-se a falsa sensação de proteção por parte dos moradores que acreditam que o problema foi resolvido, passando a negligenciar o trato com o ambiente. Até o presente momento não foi definida cientificamente a eficácia dos produtos químicos no controle escorpiônico em ambiente natural.

 

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.