Caminhada do Maio Amarelo pede mais atenção para o trânsito

Alunos dos quintos anos das Escolas Abdala Rahal Farhat Neto e Maria de Fátima do Amaral participaram na manhã desta quarta-feira de uma caminhada para divulgar ações do movimento Maio Amarelo, criado para colocar em pauta o tema segurança no trânsito.

O tema também foi abordado em sala de aula. Um dos principais objetivos do movimento é despertar em motoristas e pedestres a importância de tornar o trânsito mais seguro e humano, com respeito às leis, como uso de cinto de segurança, respeito à vaga de idosos e deficientes, uso correto da faixa de pedestres.

Os estudantes saíram do espaço da Feira do Produtor e fizeram a caminhada, com bexigas amarelas, até a praça Gustavo Teixeira.

Outra ação do Maio Amarelo acontece na sexta-feira, quando será realizada blitz educativa em parceria da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Coordenadoria de Trânsito.

No início do mês, o tema foi abordado também em uma aula aberta de ginástica na praça da matriz e com a pintura de uma vaga reservada para deficientes.

As atividades são realizadas pela Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer e Coordenadoria de Trânsito.

TRÂNSITO MAIS SEGURO – Uso de cinto de segurança, respeito à faixa de pedestres, respeito ao ciclista e combate a combinações que podem ser fatais, como bebida e direção e uso de celular enquanto dirige estão entre os temas divulgados na campanha.

NÚMEROS - O período de 2011 a 2020 foi definido como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito” pela ONU (Organização das Nações Unidas). A OMS (Organização Mundial da Saúde) contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.