Caminhada dá início à Semana da Pessoa com Deficiência

diversidade imagem   Uma caminhada da sede da Apae São Pedro, localizada na rua Odila Vaio, 13, no bairro São Judas, até a praça Gustavo Teixeira, marca o início  da Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, realizada de 21 a 28 de agosto em todo o Brasil pela Federação Nacional das Apaes. Diretora técnica da Apae São Pedro, Daniele Teixeira conta que o tema da semana de 2015 é “Inclusão se conquista com autonomia” e para a caminhada foram convidados alunos das redes municipal, estadual e particular de ensino, Corpo de Bombeiros, Tiro de Guerra, academias e grupos da Terceira Idade. “Todos os interessados podem participar da atividade”, destaca. Não é preciso inscrição prévia para a atividade que terá início às 9h. As secretarias municipais de Educação e Turismo, Cultura, Esportes e Lazer apoiam o evento.  Aproximadamente 350 alunos, pais, funcionários e professores da rede municipal vão se reunir na Feira do Produtor para se unir ao grupo de aproximadamente 80 alunos que vai sair da Apae. Criada em 22 de julho de 1994, a Apae São Pedro atende hoje 135 pessoas entre frequentadores da escola e atendimentos ambulatoriais. Para a Semana da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla também foram programadas atividades como passeio de jeep, dia da beleza e visita à prefeitura. A Secretaria de Educação também programou duas palestras que serão realizadas no auditório da Etec Gustavo Teixeira, às 19h. No dia 24, segunda-feira, a jornalista e roteirista Fabiane Kalil fala sobre autismo e no dia 25, a pedagoga especialista em educação especial Mariana Simionato fala sobre “Um novo olhar para a inclusão da criança deficiente visual”. A participação nas palestras também é aberta a todos os interessados. Em material elaborado pela Federação Nacional das Apaes, a mestre em educação Fabiana Maria das Graças Soares de Oliveira destaca que a “inclusão não significa apenas a presença, como a participação e a apropriação do conhecimento, construído, apreendido, materializado pelo próprio aluno”. Para ela, ser considerado incluído não é apenas estar na escola,  mas “pertencer, fazer parte, ser ativo e não passivo no processo ensino-aprendizagem”.
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.