BARRAGEM: Prefeito fala sobre os benefícios da obra

imagemG_3922_2920 imagemG_3923_2920 Em São Pedro, pelo menos 100 pessoas participaram da audiência pública para apresentação do projeto “Aproveitamento Múltiplo de Santa Maria da Serra”, que prevê a extensão de 45 quilômetros da hidrovia Tietê-Paraná até o distrito de Ártemis. No evento promovido pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), na quarta-feira (11), na Etec Gustavo Teixeira, durante quase 3 horas, autoridades políticas, representantes da sociedade civil, do Ministério Público e de várias entidades puderam opinar e tirar dúvidas sobre a obra que será executada pelo Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo. Atento aos impactos previstos no Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima), o prefeito Helinho Zanatta considerou que a área territorial de São Pedro ficará com praticamente 90% do reservatório de água que será acumulado com a construção da Barragem de Santa Maria da Serra. “É importante notar que a comunidade está atenta a esses impactos. Mas é preciso que achar soluções e caminhos junto com o Estudo e o Governo do Estado para tirar esses temores que a sociedade tem. Não temos todo conhecimento, mas seremos parceiros desde que São Pedro seja respeitada em suas condições sociais e ambientais”, disse Zanatta. Ainda sobre o empreendimento, o prefeito de São Pedro disse que é a favor desde que conste o EIA/Rima os projetos de duplicação da Rodovia Geraldo de Barros (SP 304), do contorno de Águas de São Pedro, e também o de melhorias na SP 191, que liga São Pedro com Santa Maria da Serra. “Acreditamos nos impactos positivos dessa grande obra, mas temos que ter a garantia de que essas obras também sejam executadas”, ressaltou. No mesmo dia da audiência, Helinho Zanatta contou que recebeu representantes de três grupos de empresas multinacionais, interessados em saber se esse empreendimento será executado no prazo previsto. “Eles (empresários) têm planos de investimentos e negócios para o nosso município que ultrapassam 100 milhões de dólares. Portanto, não temos dúvidas da importância da Hidrovia para nossa cidade e região”, afirmou o prefeito. Até o dia 22 de janeiro de 2014, no Museu Gustavo Teixeira, é possível conferir todo material impresso do EIA/Rima. O local, que fica na rua Joaquim Teixeira de Toledo, 524, Centro, é aberto de terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e aos sábados e domingos, das 9 às 13 horas. Mais informações (19) 3483-1476. Aversão digital pode ser consultada no link do Consema: http://www.ambiente.sp.gov.br/consema/audiencias-publicas/edital-de-convocacao-de-audiencias-publicas-processo-1852012/
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.