Alunos da Iracy Bertochi experimentam delícias de jaracatiá

 

A terça-feira foi especial na Emeb Iracy Bertochi, localizada no alto da serra. A 9ª edição do Festival do Jaracatiá reuniu para degustação os pratos feitos pelos estudantes que trabalham neste projeto desde o início do ano.

Na edição deste ano foram feitos barquinhas de jaracatiá pelos alunos das classes do pré I e II da professora Renata; churros recheados com doce de jaracatiá pela classe do 1º ano, da professora Magali; beijinho recheado com jaracatiá foi a escolha dos alunos do 2º ano, da professora Roberta;  geladinho de jaracatiá foi o doce do 3º ano, da professora Fabiane; Chico balanceado de jaracatiá foi a escolha do 4º ano, da professora Patrícia e  bolo de pote de jaracatiá foi o prato preparado pelos alunos do 5º ano, da professora Valéria.

A proposta nasceu de um projeto pedagógico com participação de estudantes do ensino infantil ao 9º ano do ensino fundamental. A diretora da unidade, Rosemar Lopes Ribeiro, explica que o principal objetivo é mostrar que o fruto da região pode ser fonte de renda e de incremento ao cultivo e cultura regional de São Pedro.

O festival já ultrapassou os muros da escola e faz parte do calendário oficial de comemoração do aniversário de cidade.  “Para o festival realizado na praça da matriz, oferecemos os carros-chefe: amanteigados, compota e sorvete e na escola, trabalhamos sempre testando novas receitas”, avisa a diretora da unidade, Rosemar Lopes Ribeiro.

Quando o festival foi criado, o principal objetivo era mostrar que o fruto da região como fonte de renda e de incremento ao cultivo e cultura regional de São Pedro.

Nas várias edições e nos eventos realizados na escola, os alunos já produziram pratos variados, como rosquinhas, bolo, pudim, manjar, farofa, salada de fruta, sorvete, surpresa de jaracatiá (doce gelado com creme de leite) torta e até cupcakes feitos à base de jaracatiá.

Os pratos, contam as professoras, têm aprovação da maioria das crianças, que tem a receita na ponta da língua, como Davi Santo André Gutiere, 7, ao ensinar a receita do beijinho: “leite condensado, coco e doce de jaracatiá”. Bruna Mantuan da Silva, 10,também ensina todos os passos da receita de bolo no pote, prato que recebeu a aprovação da supervisora de ensino Adriana Spigolon.

“Além de aguçar a criatividade das crianças na cozinha, nossa intenção é de reforçar a tradição gastronômica regional e conscientizar os alunos sobre a importância do fruto, que normalmente é usado como incremento na fonte de renda de suas próprias famílias. A grande maioria mora área rural e tem contato com o fruto”, conta a diretora.

PATRIMÔNIO CULTURAL – Recentemente a Câmara Municipal aprovou a lei que tornou o jaracatiá Patrimônio Cultural do Município de São Pedro. O autor da lei, o atual presidente do Legislativo, Cássio Capellari e os vereadores Du Sorocaba, Branco e Robinho foram à escola para acompanhar o festival. “Como patrimônio cultural, o jaracatiá vai ficar ainda mais conhecido e o trabalho desenvolvido nesta escola é muito importante”, disse Cássio.

DESTAQUE – A relação do jaracatiá com São Pedro despertou interesse de vários meios de comunicação. No ano passado foi gravado na cidade um episódio do programa Amor de Cozinha, veiculado pela TV Futura e está em produção um material que será veiculado pela jornalista inglesa Catherine Balston, que durante um ano vai percorrer vários locais do Brasil para mostrar a relação dos alimentos e cultura.

CURIOSIDADES - Nativa do Brasil e rica em ferro, a fruta jaracatiá é muito usada contra a anemia. Além de levar cerca de oito anos para dar frutos, pesquisadores garantem que a árvore – que pode alcançar até 20 metros de altura -, só floresce em terras muito férteis, como no caso da Serra do Itaqueri. Segundo a história do município, no início do século passado, com a imigração italiana para o plantio e colheita do café, o jaracatiá começou a ser usada no preparo de doce; tradição mantida até hoje. A fruta normalmente amadurece no mês de fevereiro, quando é comemorado o aniversário de São Pedro.

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.