Agentes comunitários de saúde estão fazendo recadastramento de moradores

Agentes comunitários de saúde estão trabalhando no recadastramento dos moradores em vários bairros de São Pedro. A ação acontece após os 56 agentes aprovados no processo seletivo terem passado por curso de qualificação com foco na atenção primária à saúde e em diretrizes técnicas para o trabalho.

Na terça-feira, dia 12, eles estavam na região dos bairros São Dimas, São Thomé e Botânico. Os bairros São Francisco e Recanto já receberam as visitas e nos próximos dias a ação terá início na região do Dorothea.

“Estamos sendo bem recebidos”, conta Lyzia Reis, que com as agentes Maria José Sales e Geovana Calça percorreu ruas dos bairros São Thomé e Botânico. “Fazemos o recadastramento e também orientamos os moradores a irem à UBS e divulgamos informações de saúde como às relacionadas à dengue, hanseníase e tuberculose, entre outras”.

Quando os agentes não encontram os moradores em casa, deixam uma mensagem orientando a dirigirem-se à UBS para o recadastramento.

“Vamos de casa em casa, pedimos documentos e preenchemos um cadastro com informações sobre a família” relata Rafaela Bonfiglio, que fazia  o trabalho acompanhada das agentes Patrícia Casemiro e Nathalia Carvalho. “Essa ação ajuda a criar vínculo com os moradores”, relata.

Morador da rua Olga Fonseca de Aguiar, Derci de Almeida Santana e a esposa Marli Santana abriram as portas de casa para as agentes Roseli Ferraz e Aline Bento. “É bom que façam este trabalho e que venham em casa”, disse o morador.

A principal função do agente comunitário de saúde é reforçar a atenção básica na rede municipal de saúde. Para o secretário de Saúde e Desenvolvimento Social Leandro Sanches, quando o vínculo entre os usuários e a unidade de saúde é feito, fica mais fácil identificar e atender às necessidades de cada local. 

Na rotina de trabalho, os agentes verificam as condições de saúde, acompanham pessoas diagnosticadas com doenças crônicas, acamados ou com algum tipo de deficiência. Pacientes com maior vulnerabilidade social também recebem atenção especial da Equipe de Saúde da Família. 

Os dados levantados pela equipe são usados para planejamento de ações voltadas para o público atendido. São também os agentes que podem acionar as visitas domiciliares de médicos, especialmente para pacientes acamados ou com dificuldade de locomoção que precisam de tratamentos específicos.

MAIS COBERTURA – O trabalho dos 56 agentes vai aumentar a cobertura nas unidades de saúde. Na UBS do São Dimas, por exemplo, o número de agentes  aumentou 80%, passando de 10 para 18 agentes. Na UBS Nova São Pedro, o crescimento é de 200%, com a contratação de 6 agentes, mesmo número de agentes contratados para as unidades de saúde nos bairros Dorothea, Alpes, Bela São Pedro e São Francisco. As unidades Santo Antonio e Primavera, que estavam sem agentes de saúde, vão passar a contar com 4.

Publicado em: 13/07/2022 10:19

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.