76% dos pais da Rede Municipal de Ensino dizem que não vão levar estudantes para a escola este ano

Pesquisa feita pela Secretaria Municipal de Educação com os pais dos alunos da rede municipal de ensino indica que 76% dos pais que responderam ao formulário não pretendem levar os filhos para a escola este ano, mesmo que a volta seja indicada pelas autoridades sanitárias.

O questionamento foi feito com o objetivo de identificar a opinião dos pais em relação à volta das aulas presenciais.

As aulas presenciais só vão retornar quando houver autorização do Governo do Estado para a medida. Por enquanto, o retorno está previsto para 7 de outubro, mas para isso há vários condicionantes,  como  a permanência de todo o Estado pelo período de 28 dias na fase amarela do Plano São Paulo. O planejamento é também para um retorno gradual, com 35% dos alunos na primeira etapa, exceto para os alunos do 6º ao 9º ano que deverá ser de até 20%. 

Em contraponto à preocupação dos pais com a saúde dos filhos, há estudos que apontam os riscos para saúde mental dos estudantes com longos períodos de isolamento devido à pandemia e ao fechamento das escolas. A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que a paralisação das aulas presenciais gera uma “catástrofe geracional que pode desperdiçar um potencial humano incalculável, minar décadas de progresso e acentuar desigualdades.”

Inicialmente, o retorno às aulas presenciais foi programado pelo Governo de São Paulo para 8 de setembro, mas a data foi alterada por recomendação do Centro Estadual de Contingência do Coronavírus.

O Governo do Estado prevê também, a partir de 8 de setembro, período de reforço pedagógico para estudantes que a partir das aulas remotas não atingiram rendimento da aprendizagem. O retorno destes alunos em setembro deverá ser de até 25%.

CAPACITAÇÃO – A Secretaria de Educação de São Pedro elaborou várias ações para preparar as escolas para receber os alunos. “Todos os segmentos da Educação, como professores, coordenadores, diretores, serviços gerais, equipe da Cozinha Piloto, agentes cuidadores, secretários das escolas, equipe de Inclusão  e motoristas estão passando por capacitação”, explica a secretária municipal de Educação, Cleia Rivero.

A secretária destaca que as capacitações têm três eixos principais: os protocolos sanitário; educacional e pedagógico e o de acolhimento. “Estamos preparando toda uma estrutura com psicólogo, psicopedagogo e assistente social para fazer o acolhimento de pais, alunos, professores e funcionários, que irão receber atendimento diferenciado para tratar da melhor forma os reflexos desta situação que é inédita para todos nós”.

A secretária reitera ainda que os alunos de Inclusão estão sendo assistidos pelas equipes de apoio formadas pelas psicopedagogas do AEE (Atendimento Educacional Especializado) e a equipe do NAI (Psicólogas e Fonoaudióloga). Estas equipes trabalham remotamente com os pais, orientando as atividades a serem desenvolvidas.

Foto: Priscila Alves/Prefeitura de São Pedro

A secretária municipal de Educação, Cléia Rivero, falou sobre as capacitações realizadas

Autoria: Prefeitura de São Pedro

Publicado em: 14/08/2020 14:59

  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.