5.336 alunos iniciam o ano letivo em São Pedro

Segmento creche foi o que mais aumentou oferta de vagas; ano começa com 941 matriculados

O ano letivo começou na quinta-feira, 1 de fevereiro, para 5.336 alunos da rede municipal de ensino de São Pedro. Voltaram às aulas os alunos da Educação Infantil (pré-escola) e do ensino fundamental (1º ao 9º ano), além das creches, que recebem crianças de 4 meses a 3 anos e 11 meses e atenderam também no mês de janeiro.

A secretária municipal de Educação, Cleia Rivero, destaca que o número de matrículas aumentou especialmente no segmento creche, que encerrou 2017 com 793 matriculados e inicia 2018 com 941 alunos, aumento de quase 19%. “A abertura de novas vagas se fez necessária especialmente para atender famílias cujos pais trabalham”, disse a secretária.

Outra mudança na Rede Municipal de Ensino em 2018 é ampliação da oferta para o ensino fundamental. Unidades como as Emebs Guido Dante, Maria de Fátima do Amaral e Abdala Rahal Farhat Neto ganharam novos anos para atender aos próprios alunos e a demanda de transferências internas e externas.

“A rede está toda estruturada para receber os alunos, com material, mobiliário e tudo que é preciso para o melhor desenvolvimento pedagógico dos estudantes”, destacou a secretária.

EM AMPLIAÇÃO – Para dar conta da crescente demanda de alunos, a Secretaria de Educação planejou ampliações e reformas, algumas já em andamento, como a da Emeb Guido Dante, que passa a atender alunos do 1º ao 3º ano pela manhã e do 4º ao 7º à tarde e da Escola Maria Aparecida Bertato/Apae. Já foi aprovada também a ampliação da Emeb Abdala Rahal Farhat Neto, atualmente a unidade que possui o maior número de alunos matriculados – 606 - que terá mais quatro salas de aula.

Na reforma da Emeb Guido Dante, o investimento é de R$ 283 mil e estão em execução serviços como substituição da cobertura existente com manta térmica, execução de nova rede de esgoto nos sanitários, instalação de grades de proteção nas janelas, troca de piso do pátio, instalação de portas metálicas nos sanitários, abrigo para gás e pintura em geral.

A Escola Maria Aparecida Bertato/Apae terá substituição do piso existente, troca de portas e batentes, reforma geral dos sanitários e adequação para atendimentos de normas de acessibilidade, instalação de revestimento cerâmico, execução de cobertura metálica no pátio e pintura em geral. O investimento é de R$ 316,8 mil. Durante a reforma, a escola vai funcionar no Centro de Convenções.

Outra ação também planejada pela administração Helinho Zanatta é a construção de um complexo escolar para atender aos novos residenciais São Francisco e São Pedro, endereço de 790 famílias. A proposta é construir uma ampla unidade com espaços diferenciados e planejados para atender alunos de creche, educação infantil e ensino fundamental, além de uma quadra esportiva.

Para atender toda a rede, a Prefeitura de São Pedro, por meio da Secretaria de Educação, contratou mais professores. Atualmente,são aproximadamente 350 docentes, 106 agentes cuidadores e 111 serviços gerais , além de secretários de escola, coordenadores, diretores, supervisores e outros funcionários.

META ALCANÇADA – O Plano Nacional de Educação tem entre suas metas atender, no mínimo, 50% das crianças de até 3 anos com vagas em creches até 2024. Em São Pedro, este índice hoje é de 90%, informa a secretária de Educação. “Com a construção de duas escolas para este segmento e ampliação de outras, conseguimos abrir várias vagas para esta faixa etária”, explica a secretária.

 
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.