5.000 animais devem ser vacinados contra a raiva em São Pedro

VACINAÇÃO ANTIRRABICA   Vacinar 5.000 animais contra a raiva é a meta da Secretaria de Saúde de São Pedro, por meio da Vigilância Epidemiológica, que dá início no dia 1º de novembro à Campanha de Vacinação contra Raiva de Cães e Gatos. As vacinas serão aplicadas até o dia 5 de dezembro. Tradicionalmente realizada nos meses de agosto e setembro, a campanha precisou ser adiada em 2014 devido ao atraso no repasse das doses pelo Ministério da Saúde. Devem receber a dose de vacina todos os animais maiores de três meses.  “Para que esta meta seja atingida, é de extrema importância que a população fique atenta para os dias em que a equipe de vacinação estará em seu bairro”, destaca o médico veterinário da Secretaria de Saúde, Matheus de Melo Murbach.   Na área urbana, as vacinas serão aplicadas nas praças e nas dependências das escolas estaduais e municipais. Na área rural, a equipe de vacinação visitará todas as propriedades, em um trabalho denominado de 'porteira a porteira’. No dia 1º de novembro, a vacinação será realizada na Escola Estadual José Abílio de Paula (JAP), no bairro Santa Cruz e na UBS São Dimas, no período das 8h às 17h. Já nos dias 3 e 4 de novembro, a vacinação acontece das 9h às 16h na estrada para Gruta dos Anões, esquina com a rua Sol Nascente, em frente ao Dênis Eletro, no Novo Horizonte. Nos dias 5 e 6, também das 9h às 16h, as doses serão aplicadas na Garagem Municipal, ao lado da Emeb Antônio da Silva Benevides, para atender os animais que vivem nas imediações dos bairros São Dimas e Recanto das Águas. A relação completa dos dias e locais de vacinação pode ser consultada no site da prefeitura: www.saopedro.sp.gov.br A vacina fornecida pelo Estado é a Rabisin–i, da Merial, importada da França e de grande prestígio no meio veterinário. Com isso os proprietários de cães e gatos podem ficar tranquilos em relação à eficiência e inocuidade das vacinas. Para receber a dose gratuita que garante a proteção aos animais, a recomendação é que os proprietários levem os cães presos em guias e os gatos em caixas de transporte, gaiolas ou fronhas. Em São Pedro, foram registrados em 2014 sete casos de raiva em herbívoros (6 bovinos e 1 ovino) na Zona Rural, transmitidos por morcegos. DOENÇA - A raiva é uma doença fatal infecciosa que pode ser transmitida aos seres humanos por animais suscetíveis ao vírus. A vacina é a única opção para prevenir a doença. A contaminação acontece quando a pessoa é mordida ou tem contato com a saliva de cães e gatos doentes. Pessoas mordidas, arranhadas ou feridas devem lavar bem o local com água e sabão e procurar o atendimento médico. Além disso, o animal deve ser observado por 10 dias em local isolado. No caso de qualquer mudança de comportamento, as autoridades de saúde deverão ser informadas.  
  • Publicar no Facebook
  • Publique um Tweet no Twitter
  • Enviar por e-mail
  • Copiar URL curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
VLibras botão
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo da Prefeitura de São Pedro pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.